Dicas de Roteiro

26/02/2010

Como Dirigir Um Curta-Metragem (3)

Filed under: Direção,Fotografia,Roteiro,Som — valeriaolivetti @ 22:33
Tags: , , , ,

O artigo de hoje é um bom complemento ao de ontem. Este aqui foi escrito pelo usuário romian1 para o site eHow, e chama-se Como Produzir Filmes de Curta-Metragem:

Você está interessado em fazer filmes por conta própria? Isto é possível com curtas. Criar um filme de longa-metragem exige o trabalho de muitas pessoas e muito dinheiro. Um curta é muito mais barato de se fazer. Aqui vai como produzir e dirigir um filme de curta-metragem.

Instruções:

1- Entenda que não há uma definição padrão para a duração de um curta-metragem. Algumas definições determinam que durem entre 20 e 40 minutos, enquanto outras dizem que devem durar de 1 a 15 minutos. O que é certo é que produzir um filme com mais de 40 minutos irá tomar mais tempo e dinheiro. Se você quiser fazer um filme de 40 minutos, você deve ser capaz de editá-lo, caso queira qualificá-lo para um concurso ou festival de cinema que exija um filme de até 15 minutos.

2- Arranje um diploma de uma faculdade ou de um curso técnico qualquer. Os custos de fazer um filme dependem do esforço que você está disposto a dedicar a ele. Um filme de 3 minutos de você falando sozinho pode não lhe custar nada. Um curta de 15 minutos com muitos atores, dublês, muita ação e efeitos especiais pode lhe levar à falência. Você precisará de uma renda para se sustentar e conseguir todo o equipamento e ferramentas necessárias para se fazer um filme. Ser rico ou conhecer alguém rico irá ajudar, mas muitas pessoas não têm tal sorte.

3- Viva a vida ao máximo. Se você for um cineasta pobre, trabalhar e ter uma vida irá lhe permitir acumular ideias e inspiração para fazer boas histórias: de ficção e de não-ficção.

4- Planeje o modo como você irá fazer o seu filme, baseado no roteiro. Algum talento ou programa de gerenciamento irá ajudar, porque há muitas coisas a serem levadas em consideração. Cada coisa dessas exigirá dinheiro. Abaixo estão ideias sobre as maiores áreas a serem consideradas.

5- Escreva ou arranje um bom roteiro. Este é um importantíssimo ponto de partida. Sem uma boa história para comunicar em filme, ninguém se interessará em assistir o seu curta. O modelo ou formato padrão de roteiro pode ser encontrado na Internet. Você pode simplesmente escrever a história sem nenhum tipo de estrutura e colocar o conto em formato de roteiro mais tarde.

6- Alugue ou compre um equipamento de vídeo digital ou câmera de cinema. Você pode comprar ou pegar emprestado uma câmera digital ou uma câmera de vídeo modesta que custe menos de duzentos dólares, ou você pode comprar equipamento de vídeo ou de filme que pode custar cerca de milhares ou dezenas de milhares de dólares.

7- Arranje atores. A sua família talvez seja o melhor trabalho escravo para você. Amigos talvez exijam apenas cerveja e pizza. Você pode ter a sorte de encontrar um ator amador ou profissional que aceite trabalhar como voluntário. Atores esperam ser pagos, e os preços podem ser altos, mesmo em relação a dubladores.

8- Arranje um computador com um processador ponta de linha ou de qualidade mediana para a edição de vídeo. Programas de edição de vídeo trabalham bem nessas máquinas. Eles rodam com lentidão extrema, ou nem funcionam, em computadores baratos.

9- Compre um programa ou um equipamento de edição de vídeo. O Windows Movie Maker vem grátis com as versões do Microsoft Windows lançadas de 2000 para cá. Outros programas podem custar entre 20 dólares e centenas de dólares. Equipamento de edição de cinema pode bater na casa dos milhares.

10- Crie músicas originais. Ter talento musical vem bem a calhar. Pode ser uma dificuldade conseguir permissão oficial para usar as músicas de outro artista em seu filme, e ter de repartir todos os lucros. Mesmo se você estiver fazendo um filme que não pretende vender, usar a música de outra pessoa pode lhe trazer problemas.

11- Produza sons originais. Trate o som como você trataria a música. Acredite ou não, se você usar o som de outra pessoa em seu filme sem permissão, pode acabar enfrentando problemas judiciais.

(N.T.: Existem sites que oferecem efeitos sonoros grátis, sem que seja preciso pagar pelos direitos autorais. Sons de água corrente, trovões, porta rangendo, pássaros, passos no assoalho, e tudo o mais que você imaginar, eles têm. São milhares de opções à disposição. Alguns vendem os CDs com os efeitos sonoros, mas estes podem ser usados em seu filme sem pagar nada a mais. Abaixo estão os links de 4 sites deste tipo que eu encontrei. Se você der uma pequisada no Google, achará muitos outros).

Soundsnap.com

PacDV Free Sound Effects

A1 Free Sound Effects

Partners In Rhyme

12- Fazer o upload de seu curta em sites como o YouTube ou Revver é fácil. Já vender DVDs em quantidades que cheguem a centenas de cópias é mais difícil, pois gravar DVDs consome muito tempo, mesmo em pouca quantidade. Você precisará de DVDs virgens, caixas de DVD, um aparelho para copiar os DVDs, precisará imprimir as capas das caixas e de uma máquina para colocar os rótulos nos discos. Esses itens irão lhe custar muito dinheiro quando você somar tudo.

13- Determine as locações. Usar uma casa ou jardim que lhe pertença, ou a alguém que você conhece, irá lhe economizar uma grana. Se você for filmar em áreas públicas, talvez precise arrumar uma permissão.

14- (Opcional) Construa os cenários e arranje os figurinos. Se você for criar os acessórios e o material de cena, você precisará de capital. O mesmo se aplica aos figurinos.

15- Decida como você irá promover ou fazer propaganda de seu filme. A propaganda boca-a-boca é barata, mas se você quer espalhar a notícia para todo mundo, terá que pagar caro por qualquer tipo de anúncio. Mesmo se você mesmo criar um site para promover o seu filme, ainda irá levar um tempo para aprender e ser capaz de fazer um bom website. Ter um bom computador ou conhecimentos de tecnologia da informação será útil nessa situação.

16- Se você utiliza Withoutabox para distribuir e promover o seu filme, você terá de gastar tempo empacotando e enviando o seu curta para festivais nos EUA e no mundo afora. Custa uma grana enviar e inscrever o seu filme para ser exibido em um festival. Se acabarem não exibindo o seu filme, você não receberá o seu dinheiro de volta.

17- Desenvolva um storyboard. Você precisará desenhar a história para planejar visualmente como cada cena será filmada. Isto lhe dará ideias de como dirigir como a câmera deve operar (fazer uma panorâmica, um tilt, um zoom etc.) e como você deverá dirigir a interpretação dos atores.

(N.T.: Um tilt é uma panorâmica na vertical, semelhante a balançar a cabeça afirmativamente, só que com a câmera. O movimento pode ser só de cima para baixo — tilt down — ou apenas de baixo para cima — tilt up).

18- Comece a rodar. Quanto mais filme, melhor. Se você tiver múltiplos ângulos e tomadas extras, você terá mais opções de cenas para juntar à edição. Você não precisa filmar as cenas na ordem em que estão no roteiro.

19- Junte tudo. Isto pode consumir bastante tempo. Com um programa de edição de vídeo, botar as diferentes cenas numa ordem que você goste pode ser como montar um quebra-cabeças. Em edição, menos é mais. Se há partes do filme que não acrescentam nada à história, você tem de cortá-las. Se a voz não estiver sincronizada com os movimentos da boca por algum motivo, mudar a posição da trilha sonora pode lhe causar pesadelos. Adicionar som e efeitos especiais irão consumir tempo.

20- Acrescente música. Se você for fazer isto por último, botar a trilha sonora significa que você está perto de finalizar o seu projeto de filme de curta-metragem. Entretanto, esta tarefa também consome bastante tempo. Se você for fazer music loops (N.T.: Trechos de música que se repetem, artifício muito utilizado na música eletrônica), você precisará cortar o som para encaixá-lo na cena. O som deve aumentar gradualmente (fade in) se  a música for cortada no começo, e diminuir gradualmente (fade out), se ela for cortada no final, caso contrário ela passará a sensação de um corte brusco.

21- Esteja preparado para coisas maiores. Faça filmes de curta-metragem por amor à arte, não pelo dinheiro. Se as pessoas se interessarem pelos temas de seus curtas, algum dia o pessoal da indústria cinematográfica pode querer que você trabalhe no próximo projeto de longa-metragem deles.

Visite o site d1 Tempo Digital que tem dicas de movimentos de câmera, planos, cenas e toda essa parte técnica e de linguagem cinematográfica. É imprescindível estudar isso se você pretende rodar um filme!

Boa escrita para você e até amanhã, quando voltarei com mais dicas! Inté!

Anúncios

25/02/2010

Como Dirigir Um Curta-Metragem (2)

Filed under: Direção,Fotografia,Roteiro — valeriaolivetti @ 20:19
Tags: , , ,

O artigo de hoje foi escrito por vários colaboradores para o site WikiHow, e chama-se Como Fazer um Filme de Curta-Metragem:

Qualquer um pode fazer um curta com a crescente tecnologia disponível para o consumidor comum — e isto não precisa lhe custar nada.

Passos:

1) Escolha o seu equipamento, algo que grave em vídeo. Há muitas opções. Este processo pode lhe tomar meses, ou até anos, mas você precisa continuar procurando. Confira bem se a sua câmera é compatível com o seu aparelho de DVD ou equipamento de edição.

2) Aprenda alguns comandos, e teste o modo como o seu equipamento de gravação funciona. Aprenda como começar e parar de gravar, acelerar para frente, voltar para trás, repetir a cena e qualquer outra coisa que você possa precisar. Guarde os efeitos especiais para o seu segundo ou terceiro projeto.

3) Escolha um assunto — você quer fazer um filme sobre o quê? Lembre-se, você necessitará terminar o projeto. Pense sobre quem, o quê, e onde você gravará. Pense numa ideia básica para uma história. Se você estiver com dificuldades nisso, leia contos para se inspirar.

4) Digite um roteiro. Tenha certeza de desenvolver os seus personagens com diferentes personalidades; o seu filme não será interessante se todo mundo agir e falar do mesmo jeito.

5) Desenhe um storyboard, ilustrando os planos que você planeja usar. Não se preocupe em segui-lo perfeitamente. Um storyboard é apenas um bom meio de botar os seus pensamentos no papel, e um excelente jeito de ver se você consegue comunicar uma ideia “visualmente” ao invés de precisar que os atores comuniquem verbalmente o conceito geral da história. O espectador em primeiro lugar vai ver; em segundo, ouvir.

Com o storyboard conseguimos visualizar os ângulos e os enquadramentos.

As setas indicam os movimentos do personagem e os da câmera

6) Encontre pessoas que não estejam ocupadas, e estejam dispostas a trabalhar duro em seu filme. Providencie comida para a sua equipe. Eles irão agradecer e serão capazes de permanecer no set por mais tempo.

7) Rode o seu filme. Se você quer destacar o seu bicho de estimação, você pode gravá-lo quando ele estiver comendo, dormindo ou brincando, e talvez adicionar alguma música.

8 ) Edite o seu filme. Muitas câmeras fazem uma edição básica, e algumas são capazes de fazer efeitos especiais. Aprenda como editar e juntar cenas de sua filmagem, e acrescentar música ou narração ao seu vídeo. Dê uma checada no manual de sua câmera, ou use um programa de computador como o iMovie para fazer a sua edição final.

9) Você pode gravar DVDs para distribuir cópias para os seus amigos e para concursos. Se o seu filme for digital, você também pode passar a sua edição final para um formato que possa ser enviado por email. Além disso, se o seu filme estiver no formato digital, você pode colocá-lo no YouTube, ou em qualquer outro site de compartilhamento de vídeos. Confira no site os tipos de formato de vídeo para ver se você pode fazer o upload do seu.

Dicas:

– Escreva uma ideia curta do que você quer realizar. Pode ser qualquer coisa entre um parágrafo e um roteiro completo.

– Faça as escolhas de sua produção baseadas em suas necessidades. Se você tem um orçamento pequeno, escolha como tema algo que aconteça ao seu redor todos os dias. Não se esqueça de que você também pode usar fotos e imagens paradas em seu vídeo.

– Lembre-se de sua visão geral enquanto estiver gravando. Não se esqueça de gravar narrações e outros sons como parte integrante de sua filmagem. Você sempre pode usar o vídeo e o áudio independentemente.

– Tenha o cuidado de checar cada ajuste de seu aparelho de gravação enquanto você o opera, ou você pode acabar perdendo a melhor tomada. É uma boa ideia você rever a gravação após cada take (tomada).

– Existem leis contra o uso de imagem de pessoas e de certos lugares sem permissão. Sempre pergunte ao indivíduo, ou ao dono ou administrador de um edifício ou local, se está tudo bem em gravá-lo, e lembre-se de contar a eles para que servirá aquilo. Como proteção adicional, peça-os para assinar uma permissão por escrito.

Coisas de que você precisará:

– Câmera de vídeo e gravador de áudio.

– Atores e atrizes ávidos para trabalhar.

– Um programa de edição e um computador.

– Permissão de seus entrevistados, atores e extras.

– Uma ideia para a sua história.

– Caneta e lápis.

– Cicatrizes falsas feitas com delineadores de olhos nas cores vermelha, azul e preta.

Cicatrizes falsas: uma delícia de se olhar!!

Por hoje é só. Amanhã eu postarei um artigo semelhante a este, mas um pouco mais desenvolvido. Boa escrita e até lá!

%d blogueiros gostam disto: