Dicas de Roteiro

04/05/2010

Descubra os 4 Hábitos dos Cineastas de Sucesso

Filed under: Direção,Documentário,Produção,Roteiro — valeriaolivetti @ 10:31
Tags: , , ,

O artigo de hoje foi retirado do blog Film Stop, de Ian Agard:

meta1

O que separa os cineastas de sucesso de outros que continuam a lutar, desejando e esperando que o destino lhes dê uma oportunidade?

Eu gostei do que Elliot Grove, o fundador do Raindance Film Festival & Raindance.tv teve a dizer sobre este assunto.

Elliot produziu 150 filmes de curta-metragem, 5 longas, e ensina roteiristas e produtores de cinema no Reino Unido, Europa, Japão e Estados Unidos.

Ele é um cineasta de cineastas, e pratica o que prega… os 4 hábitos dos Cineastas de Sucesso:

1. Definir Metas

“Se você quer fazer um filme no espaço de tempo de um ano, foque no aumento do seu ritmo de trabalho e divida a sua meta em etapas administráveis.” – Elliot Grove

Definir metas é algo que eu falo muitas vezes em meu blog, e eu conheço de experiência própria os poderosos resultados que isso pode produzir em sua vida e para a sua carreira cinematográfica. Eu não quero ficar feito o Dr. Phil em cima de vocês sobre a importância de ter metas claras e por escrito, com  prazos, mas eu realmente gostei desta citação do finado J.C. Penny.

“Dê-me um funcionário de estoque com um objetivo e eu lhe darei um homem que vai fazer história. Dê-me um homem sem objetivos, e eu lhe darei um funcionário de estoque.” – J.C. Penny

a_vida_e_curta_demais_para_o_emprego_errado 

2. Investir na Aprendizagem

“Investir na aprendizagem e na descoberta de novas técnicas de filmagem é a próxima pedra angular para o sucesso. O cinema está mudando rapidamente agora. A última grande mudança foi a introdução do som. Desta vez são os filmes na internet e em telefones móveis.” – Elliot Grove

O aprendizado contínuo é importante demais para aqueles que querem estar no topo da profissão escolhida. Normalmente, eu gasto pelo menos 30 minutos por dia lendo livros, artigos e websites para construir um conhecimento específico sobre a arte e o negócio de cinema. Tenho certeza de que você já ouviu o ditado “conhecimento é poder”, e geralmente os cineastas mais bem sucedidos são especialistas (extremamente conhecedores) em pelo menos uma área de cinema.

Por exemplo, James Cameron se tornou um especialista no tema de uso de câmeras 3D para fazer filmes. Após Titanic ele não se mandou simplesmente, ficou gordo e contou seu dinheiro… OK, talvez ele tenha feito isso. Haha. Mas, falando sério, ele passou os últimos 5 a 6 anos pesquisando, aprendendo e desenvolvendo o estado-da-arte do cinema 3D. Avatar virá em Dezembro de 2009, e eu estou animado. [N.T.: Este post foi escrito em 25/julho/2009]

Ele não ficou só descansando sobre seus louros, mas continuou a aprender, a crescer e a educar-se.

3. Investir em Boas Ferramentas

“Trate a sua carreira como um negócio. Invista os seus ganhos em boas ferramentas que possam melhorar o seu negócio. Negócios cinematográficos são iguais aos negócios não-cinematográficos. Plantar parte de seus lucros de volta no negócio de cinema faria a sua carreira crescer exponencialmente.” – Elliot Grove

Isto é muito importante, e eu gostaria de ainda ir um pouco mais longe. Invista em ótimas pessoas. Cineastas de sucesso tratam o cinema como um negócio, e o melhor investimento que você pode fazer são as pessoas que você escolhe contratar para trabalhar em seu filme. Eu sei que, como cineastas independentes, algumas vezes nós trabalhamos com um orçamento micro para nossos filmes, mas gastar algumas centenas de dólares aqui ou ali para contratar serviços de pessoas profissionais e experientes, ou seja, elenco e equipe, irá pagar dividendos a longo prazo para o sucesso de seus filmes e de sua carreira.

4. Aplicar O Que Você Aprender

“Os cineastas mais bem sucedidos nem sempre são os mais conhecedores. Eles são os que colocam em ação o que aprenderam. Eles fazem, não falam sobre fazer.” – Elliot Grove

No início deste artigo eu mencionei que conhecimento é poder. Bem, conhecimento é apenas metade do poder. A outra metade vem de adotar uma ação consistente e determinada até que você tenha alcançado o seu objetivo.

Apenas tenha em mente que você não deveria competir ou comparar-se com outros cineastas para medir o seu sucesso. Você define o seu próprio sucesso através de suas metas individuais. Pode ser algo simples como querer fazer um curta de 5 minutos com alguns amigos, até fazer documentários socialmente conscientes pelo desejo de ganhar um Oscar.

“Qualquer um que estiver no rumo a um objetivo digno é bem sucedido.” – Earl Nightingale

Bem, chega de conversa. Eu tenho que ir agora e trabalhar no meu próximo filme.

cinema_1

Boa escrita pra você hoje e… Ação!! :mrgreen:

14/03/2010

Citações

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:33
Tags: ,

Hoje estou traduzindo uma página de citações que Brad Mirman havia publicado em seu site, The Screenwriters Homepage. Algumas são engraçadas, outras são profundas, e todas são bem interessantes:

“Ouça atentamente, balance a sua cabeça pensativamente, e então deixe-os na escuridão… onde você os encontrou.”

Jack Sowards, sobre ouvir as complicações dos executivos de desenvolvimento do estúdio

“Escrever é fácil. Tudo o que você faz é encarar uma folha de papel em branco até que gotas de sangue se formem em sua testa.”

Gene Fowler

“A maioria dos dramaturgos erra na quinta palavra. Quando você começa uma peça e digita ‘Ato um, cena um’, a sua escrita é em todos os sentidos tão boa quanto a de Arthur Miller, de Eugene O’Neil ou de qualquer outro. É naquela quinta palavra que os amadores começam a errar.”

Meredith Willson

“Hollywood é a única cidade onde você não consegue fracassar. Você só pode desistir de tentar.”

Dennis Foley

“Todos os escritores são vaidosos, egocêntricos e ociosos, e bem no fundo de seus motivos jaz um mistério. Escrever um livro é uma luta horrível e exaustiva, como um prolongado ataque de uma enfermidade dolorosa. Ninguém jamais se incumbiria de tal coisa se não fosse impelido por um demônio ao qual não se pode resistir nem entender.” [N.T.: Este foi a única frase que eu não traduzi, peguei-a já traduzida pela Internet.]

George Orwell

“Você vende um roteiro como vende um carro. Se alguém o dirige para fora de um penhasco, acabou-se.”

Rita Mae Brown

“Não seja seduzido a pensar que aquilo que não dá lucro é sem valor.”

Arthur Miller

“Levei quinze anos para descobrir que não tinha talento para escrever, mas eu não podia desistir porque a esta altura eu estava famoso demais.”

Robert Benchley

“Um escritor é um esquizofrênico controlado.”

Edward Albee

“Escritores são agradáveis só raramente.”

Joan Didion

“Escrever é uma ocupação em que você tem de continuar provando o seu talento para aqueles que não têm nenhum.”

Jules Renard

“Você pode pegar toda a sinceridade de Hollywood, colocá-la no umbigo de uma mosca de frutas e ainda ter espaço suficiente para três sementes de cominho e o coração de um produtor.”

Fred Allen

Uma mosca de frutas, sementes de cominho e a possível aparência do coração de um produtor (amplificado)

“O privilégio duvidoso de um escritor freelancer é que a ele é dada a liberdade de passar fome em qualquer lugar.”

S. J. Perelman

“Se você tem alguém no set para cabelo, por que não teria alguém para as palavras?”

Louis Malle, contando aos produtores o motivo dele querer John Guare por perto durante as filmagens de Atlantic City (Idem, 1980)

“O que é esse negócio todo de ser um escritor? É só colocar uma palavra após a outra.”

Irving Thalberg

Então é isso. Espero que tenha gostado. Uma ótima escrita para você hoje! Inté!

%d blogueiros gostam disto: