Dicas de Roteiro

01/05/2013

Usando o CORTA PARA:

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:01
Tags: , ,

Oi, pessoal! Para responder às dúvidas de vários colegas nossos sobre formatação de roteiro, a partir de hoje teremos alguns posts sobre transições. O texto a seguir é do roteirista John August, e tirado do site dele:

Cutting film

Você pode especificar como usar transições ao escrever um roteiro? Estou me referindo a todos aqueles "corta para" e outras transições. Eu nunca sei se devo realmente usar uma, ou apenas passar para a próxima cena.

–Lior

Na maioria das situações, você não precisará usar CORTA PARA: ou qualquer outra transição no final de uma cena. Quando os leitores topam com um novo cabeçalho de cena (ou seja, INT. CASA – DIA), eles inerentemente entendem que a cena anterior acabou, e que nós cortamos para um nova. O CORTA PARA: é apenas encheção de linguiça.

No entanto, o CORTA PARA: ainda pode ser útil. A situação mais comum é quando você está terminando uma cena abruptamente para um efeito dramático ou cômico (geralmente o último):

Corta para

O segundo uso mais comum para o CORTA PARA: é quando você está se movendo entre ações paralelas. Se o herói está lutando para abrir caminho até os fundos do trem enquanto a heroína está tentando desarmar a bomba no vagão, você provavelmente vai usar CORTA PARA: para alternar entre as situações deles. Enquanto você está seguindo o seu herói de vagão para vagão, é, portanto, melhor não usar o CORTA PARA:, a fim de tornar mais claro para os leitores que estamos seguindo uma ação contínua.

O último caso em que você vai se achar usando um CORTA PARA: é quando inserir letreiros sobre um fundo negro, ao estilo Lei & Ordem. O CORTA PARA: deixa claro que você não está imprimindo os letreiros em cima da cena que se segue.

=============================================================

Uma ótima escrita pra você hoje!

Anúncios

2 Comentários

  1. Existem modos mais minimalistas para operar estas três situações descritas. Vamos a elas:

    Situação A) o CORTA PARA: ainda pode ser útil. A situação mais comum é quando você está terminando uma cena abruptamente para um efeito dramático ou cômico,etc.
    Sugestão: Basta o MAIS TARDE entre parenteses. (MAIS TARDE)

    Situação B) é quando você está se movendo entre ações paralelas, etc.
    Sugestão: Usa-se INTERCUT TO. Assim:

    PRIMEIRO CABEÇALHO COMPLETO
    CENA 1
    INTERCUT TO
    SEGUNDO CABEÇALHO COMPLETO
    CENA 2
    CABEÇALHO 1 PARCIAL
    CENA 3
    CABEÇALHO 2 PARCIAL
    CENA 4
    CABEÇALHO 1 PARCIAL
    CENA 5
    ETC.

    Situação C: CORTA PARA: é quando inserir letreiros sobre um fundo negro (…) deixa claro que você não está imprimindo os letreiros em cima da cena que se segue. etc.
    Sugestao: Use SUPER, SUBTITTLE ou TITLE (traduzidos caso queiram)
    SUPER (SUPERIMPOSE) para texto em cima de cena.
    SUBTITLE: para texto em cima de cena, mas no pé da tela.
    TITLE: para texto sobre fundo negro

    No mais, na minha opinião, O CORTA PARA é redundante. Ponto Final. O MATCH CUT é dispensável, bastando capitalizar os elementos isolados que combinam. Talvez só o SMASH CUT teria alguma indicação, mas mesmo assim, quase sempre cairia nas prerrogativas do diretor e não nos apanágios do roteirista. Nesta ultima regra, entram quase todas as transiçoes de cenas, os DISSOLVE TO WHITE, TO BLACK, FADE OUT e IN no interior do roteiro (permanecem o inicial e o final), WIPE TO, PAN TO, PULL BACK TO REVEAL.

    (fonte parcial da sugestão da situação C: http://absolutewrite.com/forums/showthread.php?t=4596 conforme o original copilado abaixo:

    SUPER means SUPERIMPOSE which means write text over the current scene.

    SUBTITLE is the same except write the text at the bottom of the screen so you don’t obscure what’s showing.

    TITLE means write the text on black background.

    Veleria, bem-vinda… estava com saudade e preocupada com seu sumiço!!!!

    Ou será benvinda? Estou perdida na nova ortografia…rsrsrsrs

    Bjs

    Regia

    Comentário por Regia — 01/05/2013 @ 09:12

    • Oi, Regia, como vai? =)

      Muito obrigada pela força, eu tive mesmo que me afastar uns tempos, mas estou super feliz de estar de volta, também estava morrendo de saudades!

      E muito obrigada também pelo tempo e pelo capricho que dedicou aos seus comentários bacanas, são complementos muito bons aos posts.

      Ah, e eu também tava com dúvida com essa palavra na nova ortografia, fui pesquisar na internet e disseram num site de dicas de português que agora o certo era benvindo. Mas depois vi no dicionário e num livro de um famoso professor de gramática que o certo era só bem-vindo mesmo, que isso não tinha mudado. Parece que Benvindo é só para nome próprio. E por causa daquele site, eu já escrevi benvindo pra todo lado neste blog! Rsrs! :mrgreen:

      Um grande abraço, Regia, e obrigada novamente pelos comentários! =)
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 05/05/2013 @ 09:57


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: