Dicas de Roteiro

11/01/2013

E Se Você Não For Nem Um Pouco Visual?

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 07:00
Tags: ,

Este artigo é do professor de roteiro D. B. Gilles, e foi tirado do site Holywoodlitsales:

imaginacao

Isso pode ser um problema se o seu sonho é ser visto como um dos poucos mestres da direção que estabeleceram a sua marca desde que o cinema começou. Há muitos diretores que tiveram uma grande carreira e fizeram filmes de enorme sucesso, mas eles não são considerados como mestres pelos críticos e cinéfilos sérios.

Chris Columbus tem tido uma carreira invejável como roteirista e diretor. A maioria de seus filmes fez uma tonelada de dinheiro (Esqueceram de Mim, o primeiro Harry Potter) [N.T.: Na verdade, ele dirigiu os dois primeiros filmes da franquia Harry Potter e o Esqueceram de Mim 1 e 2]. Mas você não vai encontrar muitas listas onde ele é qualificado como um mestre. Ele faz bons filmes, provavelmente consegue ficar dentro do orçamento, não é difícil… preencha mais alguns espaços em branco sobre as habilidades dele (e não me interpretem mal: eu acho que Chris Columbus fez muitos filmes bons). É só que, apesar de seu sucesso, ele ainda não atingiu o escalão superior de ser considerado um grande diretor.

E adivinha? A maioria dos diretores não alcança ao topo. Nem a maioria dos roteiristas.

Mas se o seu objetivo é fazer filmes que serão discutidos pelas gerações vindouras, um grande fator é a forma como eles aparentam. Como você usa a câmera. O quão "artístico" e "criativo" você é.

Então, se o seu forte não é a área visual, tudo bem, se você não estiver mirando na posteridade. Mas se você estiver, comece estudando os mestres reconhecidos, e aprenda.

imaginação-humana

Boa escrita pra você hoje! XD

Anúncios

1 Comentário

  1. Isso pode ser um problema se o seu sonho é ser visto como um dos poucos mestres da direção que estabeleceram a sua marca desde que o cinema começou. Há muitos diretores que tiveram uma grande carreira e fizeram filmes de enorme sucesso, mas eles não são considerados como mestres pelos críticos e cinéfilos sérios.

    Comentário por Christoper M. Owen — 05/02/2013 @ 10:10


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: