Dicas de Roteiro

16/01/2012

Esforço Sem Resultados

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:02
Tags: , ,

Aqui vai mais um texto de autoria do roteirista, autor e professor de roteiro da NYU, D.B. Gilles, e também tirado do site Hollywoodlitsales:

Sísifo

Um dos meus melhores amigos é um vendedor. Ele trabalha estritamente por comissão. Ele frequentemente trabalha durante semanas em uma venda, faz horas extras, vai acima e além da chamada do dever, e então descobre que o cliente não quer comprar.

Isso significa que todos os seus esforços resultaram em um grande e gordo zero. Eu digo a ele que ser um roteirista (ou qualquer tipo de escritor) é assim. Você pode passar meses e meses (ou mais) trabalhando e revisando um roteiro apenas para tê-lo rejeitado por numerosos agentes, empresários ou produtores.

Isso não significa que seja um roteiro ruim. Assim como no caso do meu amigo vendedor, não quer dizer que ele fosse um vendedor ruim. Significa apenas que, por qualquer motivo, ninguém quis representar ou comprar o roteiro. Enquanto isso, você gastou, digamos, nove meses trabalhando nisso, sem nada para mostrar, exceto outro roteiro em sua gaveta.

Isto pode ser desmoralizador, tal como pode ser desmoralizante para um vendedor dedicar muito esforço que resulta em nenhuma venda.

O meu amigo vendedor perde cerca de 10 minutos ficando chateado, então ele segue para a próxima oportunidade.

Como roteirista, você tem que ser do mesmo jeito. Ninguém quer representar o seu roteiro? Nenhum produtor gosta dele o suficiente para levá-lo para um estúdio? Se você gastou um tempão escrevendo cartas ou e-mails, ou fazendo contatos e se sociabilizando em todas as oportunidades e AINDA não conseguiu nenhum resultado para o roteiro – inicie o próximo.

Isso não quer dizer que você está desistindo do projeto, mas você já dedicou esforço o bastante. É tempo, como o meu amigo vendedor diria: "De começar a subir a próxima montanha."

Isso mesmo.

Subindo a montanha
Boa “escalada” pra você hoje! =)

Anúncios

Realismo Mágico

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:01
Tags: , , ,

Este texto é de autoria do roteirista, autor e professor de roteiro da NYU, D.B. Gilles, e foi tirado do site Hollywoodlitsales:

Carved in Stone - Rob Gonsalves

O termo "realismo mágico" foi cunhado por um crítico de arte alemão, Franz Roh, no final dos anos 1920 para pintores que tentavam mostrar a realidade de uma maneira nova. Um crítico literário venezuelano, Uslar Pietri, o aplicou pela primeira vez à literatura latino-americana, mas foi quando Miguel Angel Asturias o usou para descrever seus romances quando ele ganhou o Prêmio Nobel, que isso realmente pegou.

Roh descreveu isto como uma forma na qual "o nosso mundo real reemerge diante de nossos olhos, banhado pela claridade de um novo dia" (de acordo com Brian Evenson em "Realismo Mágico", New York Review of Science Fiction, março de 1998).

Há aqueles que acham que o Realismo Mágico é, como todas as categorizações assim, impossível de definir com precisão. Ele também se sobrepõe a outros gêneros, incluindo a fantasia e a ficção científica.

Você pode estar se perguntando por que eu estou escrevendo isso. Recentemente, eu tive uma aluna que definiu seu roteiro dizendo que ela estava visando um "realismo mágico".

Basicamente, eu disse a ela para não se preocupar com rótulos extravagantes e talvez pretensiosos, e apenas contar sua história criando personagens convincentes, escrevendo bons diálogos e tendo uma história que faça as pessoas quererem virar as páginas e descobrir o que vai acontecer a seguir.

Mensagem: apenas escreva. Deixe outra pessoa lhe dizer se isso é arte ou algo mais.

Fish - Alejandra Salgado

UMA CITAÇÃO INTERESSANTE:

"Toda linha de diálogo deve ou revelar o personagem, avançar a história ou obter uma risada."
Augustus Thomas (1857-1934)

Surrealismo

Me parece que os americanos acham o realismo fantástico (ou mágico, ou maravilhoso – outras de suas denominações) uma coisa de outro mundo (com o perdão do trocadilho)! Acredito que nós, latino-americanos, estamos mais habituados, temos até novelas populares deste gênero, não é mesmo?

Boa escrita pra você! =D

%d blogueiros gostam disto: