Dicas de Roteiro

09/01/2012

Compadeça-se da Pobre Refilmagem

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:00
Tags: ,

O artigo de hoje é de autoria de Sable Jak e foi tirado do site The Screenplayers:

Woman_Hater

Eu tenho uma queda pelas velhas (dos anos 1940 e que tais) comédias e farsas britânicas de "sala de estar". Outra noite, o meu marido e eu alugamos um de 1948: Woman Hater. Estou envergonhada de dizer, eu não anotei o nome do autor e já o devolvi para a loja de vídeo, mas basta dizer, ele foi estrelado por Stewart Granger.

O filme era sobre um jovem homem (de classe alta), que se opõe ao casamento. Ele passa grande parte de seu tempo dissuadindo seus amigos de se casarem, e, quando uma estrela de cinema francesa vem para a Inglaterra para ficar longe de homens, ele propõe-se a provar que ela está na verdade perseguindo homens. Quando os planos dela de ir para um esconderijo privado dão errado, ele envia-lhe uma carta (você pode imaginá-la chegando até ela, se isso fosse ambientado nos dias de hoje) declarando que sua propriedade está aberta para ela. As únicas pessoas que estarão lá são seu mordomo e seu corretor de imóveis (que na verdade é ele mesmo.) Naturalmente, ela aceita. Ela descobre quem ele é e o que ele está tentando provar, e então propõe-se a fazê-lo apaixonar-se por ela para que possa dar o fora nele. Você pode adivinhar o resto.

Ele foi absolutamente maravilhoso. E, como estamos ambos no negócio de entretenimento (Bill sendo um ator e eu, uma escritora/ex-atriz), não pudemos deixar de especular: ​​"Nossa, se eles fizessem esse filme hoje, quem eles contratariam?" Passamos a maior parte de uma hora falando sobre isso, e, então, durante todo o dia seguinte, estalávamos os dedos e dizíamos: "Ei, e que tal Bruce Willis!"

Hmm, parece pronto para uma refilmagem, não?

Além de ser uma ex-atriz, eu sou uma ex-dançarina do ventre (sim, eu realmente ganhava a vida fazendo isso.) Esta noite eu ouvi a música "Bolero" e, enquanto rodopiava pelo apartamento, eu disse: "Eu sempre quis fazer uma rotina para isso." Eu sei que não sou a única dançarina que já se sentiu assim, porque eu já vi a obra ser apresentada em uma variedade de estilos diferentes, do balé ao flamenco.

Uau, todos esses remakes. Não, não são remakes, você diz? Eles não são remakes, eles são um artista dando a sua própria interpretação da obra, como David Lee Roth fazendo o "Just A Gigolo" de Marlene Dietrich. Não se iluda, isso não é adaptação, é um remake.

Certo, certo, gritar "Remake" para um bando de roteiristas é tão mortal quanto gritar "Parfait de Alho" para uma convenção de vampiros; mas a verdade é que, se você fosse um jovem diretor ou produtor, não ADORARIA testar sua capacidade de refazer o Cidadão Kane? Eu sei que eu, sim.

Eu também adoraria dirigir qualquer coisa de Neil Simon e, (da minha boca para o ouvido de Deus) por favor, permita-me um dia estar em posição de dirigir, seja para o teatro ou para o cinema, uma produção de A Vida de um Sonho.

Não, como escritora eu não gosto da ideia de refilmagens. Eu odeio, eu desprezo, eu abomino isso. Mas, como uma ex-atriz, eu compreendo perfeitamente o desejo irresistível de interpretar Hamlet, ou, como uma ex-dançarina, a dor quase física de desejar dançar "Bolero".

Nada de novo no Cinema? Ah, diabos, há muita coisa nova. E cabe a você, como escritor, criar algo que todo diretor pelos próximos 100 anos vai querer refilmar.

 

Videographer

Boa escrita pra você hoje!

Anúncios

4 Comentários

  1. Me parece que “How to lose a guy in ten days” tem um sopro dessa trama, hein, hein?

    Comentário por Natália Leite (@natll) — 09/01/2012 @ 08:47

    • Falou e disse, Natália! Nossa, não tinha percebido essa. Foi na mosca. Realmente, a refilmagem já foi feita, só que não deram os devidos créditos! Rsrs! O “sopro”, neste caso, foi quase um furacão! Rsrs! :mrgreen:

      Valeu pela dica, muito bem observado!
      Um grande abraço, Natália, obrigadão pela visita!
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 11/01/2012 @ 11:32

  2. Valéria!

    Encontrei esse texto divertidíssimo de um roteirista e sua primeira experiência de venda para uma emissora. Foi divulgado pelo John August, mas o artigo veio do L. A. Times. Vale a pena. http://www.latimes.com/entertainment/news/tv/la-ca-tv-pitch-20111120,0,7487218.story

    Abraços.

    Comentário por Fernando — 09/01/2012 @ 20:49

    • Oi, Fernando! 😀

      Amei o texto! Já estou traduzindo-o, e deve ser postado depois de amanhã (porque para amanhã já está agendado um do Script Secrets, que a partir de agora será semanal, como eu havia prometido).

      Valeu mesmo, foi uma ótima indicação. Pode mandar mais dicas, que eu vou traduzindo tudo! :mrgreen:

      Um abração, Fernando, e obrigadão pela dica, acho que o pessoal vai adorar também! =D
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 11/01/2012 @ 11:39


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: