Dicas de Roteiro

07/01/2012

Filmes de Língua Estrangeira Enfrentam o Desafio das Bilheterias dos EUA

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:01
Tags: ,

O artigo de hoje (publicado originalmente em 11/dezembro/2011) é de autoria de Amy Kaufman e foi tirado do site do jornal Los Angeles Times:

LA  la-et-sarahs-keys.04.JPG

A Chave de Sarah, filme estrelado por Kristin Scott Thomas. (Julien Bonet, Weinstein Co./14 de Novembro/2009)

Em cada um dos últimos quatro anos, os cinco melhores filmes estrangeiros lançados nos EUA lucraram, juntos, não mais que 40 milhões de dólares; filmes americanos fazem, coletivamente, bilhões no exterior.

Embora os filmes de Hollywood estejam fazendo mais dinheiro do que nunca no exterior, ainda é uma luta para os filmes estrangeiros venderem bilhetes nos Estados Unidos.

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 2 recolheu cerca de um bilhão de dólares no exterior este ano, mais do que qualquer produção de estúdio americano. Cerca de US$ 120 milhões desse montante veio de um país – o Japão. Outros filmes dos EUA que fizeram grande sucesso este ano no exterior também foram continuações: Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas fez mais de US$ 800 milhões, Transformers: O Lado Oculto da Lua vendeu cerca de 770 milhões de dólares em ingressos, e Kung Fu Panda 2 terminou com cerca de US$ 500 milhões.

Em contraste, a maior bilheteria de filme de língua estrangeira este ano nos EUA, até agora arrecadou US$ 7,7 milhões. Esse filme é A Chave de Sarah, um drama meio-inglês, meio-francês, estrelado por Kristin Scott Thomas em uma adaptação do romance best-seller da autora Tatiana de Rosnay sobre a Segunda Guerra Mundial.

Outros filmes estrangeiros que caíram no gosto do público americano este ano incluem Biutiful, um drama ambientado na Espanha, de um cineasta mexicano que recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Filme de Estrangeiro, assim como uma indicação para o prêmio de Melhor Ator para a estrela Javier Bardem; Homens e Deuses, um longa francês com fortes temas religiosos; o filme indiano Zindagi Na Milegi Dobara, sobre três amigos em uma viagem de despedida de solteiro; e A Pele Que Habito, filme espanhol dirigido por Pedro Almodóvar.

Ao todo, estes filmes arrecadaram um total de cerca de 22 milhões de dólares nas bilheterias americanas, de acordo com os dados compilados pelo Hollywood.com. Em cada um dos últimos quatro anos, os cinco melhores filmes estrangeiros lançados nos EUA lucraram, juntos, não mais que 40 milhões de dólares. O ano de 2006 viu uma pequena elevação na frequência a filmes estrangeiros, impulsionada em grande parte pelo filme de fantasia do diretor mexicano Guillermo del Toro, O Labirinto do Fauno, que atraiu um público mais comercial e arrecadou quase 40 milhões de dólares.

Michael Barker, co-presidente da Sony Pictures Classics, que lançou Homens e Deuses e A Pele Que Habito, disse que, apesar dos números mornos deste ano, os filmes estrangeiros estão descobrindo espectadores para além dos típicos cinemas de arte das grandes cidades.

"Esse filme teve uma ressonância especial com o público católico, por isso a nossa campanha de marketing alcançou igrejas e sacerdotes e pastores do Sul e do Texas. Quando começamos, há vários anos, grande parte dos filmes estrangeiros só era lançada em Nova York e em nenhum outro lugar", disse Barker, cujo grupo de cinema tem vários filmes estrangeiros que vão ser lançados nos próximos meses, incluindo o iraniano A Separação e o polonês In Darkness. "O que tem sido interessante para mim é que o mercado de DVD e de vídeo sob demanda fez com que os espectadores ficassem mais sofisticados, porque eles têm acesso a filmes aos quais não tinham acesso antes."

Family watching tv

Boa escrita pra você hoje!

Anúncios

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: