Dicas de Roteiro

02/12/2011

Acrescentando Profundidade aos Vilões

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 12:00
Tags: , ,

Este artigo foi tirado do site da Writers Store e escrito por David Freeman:

david-freeman_creator

Nosso leitor F.X. Snyder, de Garden Grove, pergunta:
O meu vilão é um pouco unidimensional. Alguma dica para dar conteúdo a um personagem que não é o protagonista?

David Freeman responde:

Claro, eu sei muito sobre vilões, embora não por experiência pessoal, veja bem. Aquela coisa do assalto ao banco foi um grande erro, e o repórter entendeu tudo errado!

1. Você pode ter o vilão, ocasionalmente, fazendo algo de bom – mas apenas faça com que seja algo PEQUENO ou nós vamos gostar demais dele e ficar chateados quando ele morrer (a menos que você queira que a gente fique chateado).

2. Ele pode ter motivos para a sua criminalidade, que, se não são razoáveis para nós, podem pelo menos fazer-nos entender porque seus crimes são razoáveis ​​para ele.

3. Ele pode ter uma vida além de simplesmente ser um vilão. Por exemplo, ele pode estar preocupado com as notas de seus filhos na escola; ele pode ser membro de um time de softball local etc.

4. Podemos ver o lado humano dele, o que o torna mais "relacionável". Talvez ele seja tímido em um encontro. Talvez ele esteja desconfortável porque ganhou peso. Talvez ele esteja secretamente envergonhado quando tenta falar uma frase em francês em público (tentando parecer sofisticado) e é ridicularizado por sua pronúncia. Mais uma vez, muito desta coisa e nós vamos nos identificar tanto com ele que vamos lamentar sua morte. Então apenas um pequeno toque é tudo o que você precisa.

Doctor Octopus - by Ian Pool

Boa escrita pra você hoje! =D

Anúncios

2 Comentários

  1. Não me lembro muito bem mas acho q faz um bom tempo que não comento nada aqui… Mas mesmo assim continuo sempre lendo e pegando pra mim as dicas de roteiro, tanto para os meus projetos de HQ quanto para os meus projetos de livros… pena que meus projetos ainda não são muito mais que planos, mas no momento estou numa batalha épica contra minhas idéias prestes a prensá-las contra o papel e podendo enfim capturar essas coisinhas chatas que ficam voando ao redor da minha cabeça brincando de Olé, tipo os jogadores de futebol… é meio difícil mas estou conseguindo, não sei se lembra da meu livro, o The Faerie Chronicles, que eu fiquei falando nesse seu post: https://dicasderoteiro.com/2010/10/10/o-roteirista-proativo/ … mas então, durante essa batalha épica eu acho q consegui ferir uma das asas que fazia essa idéia ficar voando e zombando da minha cara e eu já estou conseguindo domá-la, jájá ela estará domesticada e pronta para passear de coleira, sem focinheira, por ai…. eu estou bem animado agora, consegui desenvolver bem mais meus personagens e meu enredo, tomei algumas grandes decisões sobre a história, escolhi uma temática especial, decidi que o livro será ilustrado =D, e meus vilões… ah meus vilões… não sei por que mas acho q prefiro os vilões aos protagonistas em minhas histórias, eles são na maioria das vezes divertidos e interessantes… não que os heróis não sejam, mas cara, vilões são legais, qualquer hora vou fazer uma história onde o vilão é o protagonista… dessa vez minha vilã é a fada dos dentes, a Lindsay, e lendo esse texto me lembrei muito dela, uma garota meio futil, preocupada com o que os outros vilões vão pensar sobre a roupa que ela usou no ultimo baile de gala do príncipe… ela não tem um motivo muito trágico para ser má, ela simplismente escolheu isso, cansou de ser uma fada boazinha que recolhe dentes por ai, largou tudo para seguir seu sonho de ser uma estilista maligna, a namoradinha do deus grego dos sonhos morfeu, e o pesadelo dos heróis do livro… ela me diverte quando eu escrevo sobre ela, mesmo sendo meio arrogante e deveras futil… lindsay é minha “malvada favorita” ashashash…
    até mais ver Valéria! espero que até a fila de autógrafos quando eu publicar meu livro (olha só meu ego hein. aprendi muito com minha vilã)

    Atenciosamente Lucas Luciano

    Comentário por Lucas Luciano — 06/12/2011 @ 21:30

    • Oi, Lucas, como vai?

      Peço mil desculpas pelo atraso na resposta, meu telefone enguiçou e fiquei os últimos dias sem internet, totalmente desconectada do mundo (foi um horror!).

      Que legal que sua história está engrenando, essa luta é algo que acredito que todo escritor enfrente: uma dificuldade em dominar a história, em vê-la em sua totalidade, mas que, quando a gente consegue superá-la, é uma alegria só, não é mesmo?

      E vilões costumam ser deliciosos de escrever, eu adoro transformar meus vilões em protagonistas de minhas histórias (tá legal, de minhas histórias de TERROR, na verdade! :mrgreen: ).

      Ei, se só vilões pensam em ter sua própria sessão de autógrafos, então também estou nessa, oras! 😀

      Obrigada pela visita e pelas novidades, Lucas, estou muito feliz por estar correndo tudo bem na sua escrita, já estou ansiosa esperando pra entrar na sua fila de autógrafos. =D
      Um abração!
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 10/12/2011 @ 10:13


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: