Dicas de Roteiro

15/11/2011

Voz Ativa Versus Passiva

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 23:00
Tags: ,

Como já falamos em outros posts, roteiros devem ser sempre escritos na voz ativa, por isso hoje teremos este artigo tirado do site Script Nurse, e de autoria da professora de Inglês e de Roteiro – e agora também dona de uma firma de edição e correção de textosCindy Troy:

arte com palavras 4

Exercício de Agressividade Para as Suas Frases

Então você escreveu algo que tem certeza de que é brilhante e, em seguida, isso acontece… o verificador gramatical do seu computador sublinha uma frase em verde. Você clica sobre ela para ver o que poderia estar errado, e ele lhe diz: "voz passiva". Você já ouviu falar disso – você se lembra de aprender algo sobre isso no ensino médio, na aula de Inglês [Português], mas você não está inteiramente certo do que seja, e o botão "ignorar" está lá, zombando de você, tentando-o a deixar a frase do jeito que está. Afinal, você escreveu do jeito que fala, e isso deveria ser bom o suficiente, não deveria?

Mas não seria ótimo se quando o computador lhe dissesse que uma frase está na voz passiva, você pudesse corrigi-la triunfantemente com umas poucas batidas no teclado e ir embora, deixando tanto a si mesmo quanto a sua professora de Inglês [Português] orgulhosos?

A fim de tornar este sonhos realidade, vamos rever o que, exatamente, a voz passiva e a voz ativa são. Tudo tem a ver com o sujeito e o verbo da frase. Se o sujeito da frase está executando o verbo, então a frase está na voz ativa. Se o sujeito da frase está sofrendo o verbo, então a frase está na voz passiva. Precisa de um exemplo? Aqui está uma frase: Bill arremessou a bola. Qual é o sujeito? Bill. Qual é o verbo? Arremessou. Agora pergunte a si mesmo: O sujeito (Bill) executa o verbo (jogou)? A resposta é sim, Bill fez o arremesso. Ta-rá: Voz Ativa. Agora olhe para esta frase: A bola foi arremessada por Bill. Qual é o sujeito da frase? A bola. Qual é o verbo? Foi arremessada. O sujeito (a bola) executa o verbo (foi arremessada)? Não. Bolas não podem arremessar. Assim, esta frase é passiva porque o sujeito está sofrendo o verbo em vez de realizá-lo. Agora, ambas as frases dão ao público o mesmo bocado de informação: havia uma bola, e Bill a arremessou. Mas qual é mais fácil de ler e menos prolixa? É a frase na voz ativa. Voz ativa é mais pessoal, mais fácil de entender, e mais concisa. É por isso que você quer usá-la em sua escrita. Enquanto você está recordando a gramática do ensino médio, vamos fazer um teste. Teste a si mesmo e veja se consegue identificar as seguintes frases como ativas ou passivas. Lembre-se, a pergunta a fazer é se o sujeito está realizando (ativa) ou sofrendo (passiva) o verbo.

1. O documento foi lido por Jill.
2. O técnico consertou a televisão.
3. O projeto foi concluído pela equipe.
4. Fiquei satisfeito com os resultados do teste.

Como você se saiu? Bem, vamos verificar as respostas. Na frase um, "o documento" é o sujeito, e "foi lido" é o verbo. O documento fez a leitura? Não: voz passiva. Frase dois: "o técnico" é o sujeito, e "consertado" é o verbo. O técnico fez o conserto? Sim: voz ativa. Você está indo bem até agora? Vamos verificar as duas frases restantes: Número 3: passiva (o projeto sofreu a conclusão, ele não concluiu); e número 4: passiva (eu recebi a satisfação, eu não satisfiz). Então, agora que você consegue identificar a frase na voz passiva, o teste real é ser capaz de reescrevê-la na voz ativa, para que tanto você e seu verificador gramatical possam ficar satisfeitos.

Cada uma das frases seguintes está escrita na voz passiva. Reescreva cada uma delas para torná-las ativas.

1. Harold ficou satisfeito com as piadas do comediante.
2. As árvores foram danificadas pelo tornado.
3. A refeição foi preparada pelo chef.
4. Eu fui lembrado por seu bilhete de levar o lixo para fora.

Vejamos como você se saiu. Você consertaria a frase número 1, escrevendo: As piadas do comediante satisfizeram Harold. Número 2: O tornado danificou a árvores. Número 3: O chef preparou a refeição. Número 4: O seu bilhete me lembrou de levar o lixo para fora. Observe como a voz ativa é muito mais fácil de entender; é uma escrita menos prolixa e mais concisa, o que deixa os revisores e os editores muito mais felizes, sem mencionar todos os professores de Inglês [Português] aí fora.

arte com palavras 14

Boa escrita pra você hoje!

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: