Dicas de Roteiro

01/10/2011

Não Escreva o Roteiro de Outra Pessoa

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:04
Tags: ,

Aqui vai outro texto de D.B. Gilles, tirado do site Hollywoodlitsales:

ghostwriter

Logo que as pessoas descobrem que você está embarcando numa carreira de roteirista, você verá que algumas delas irão lhe oferecer ideias de histórias. Provavelmente não são realmente "ideias", mas sim, situações. Eu tenho um amigo que me ligou recentemente e me contou que teve uma ideia para uma história. Ele já tinha feito isso várias vezes ao longo dos anos. Nenhuma delas foi muito boa, em grande parte porque eram noções, ao invés de histórias.

A sua última foi, basicamente: "Quando é suficiente o bastante?" Ele estava referindo-se a dinheiro. Eu pedi por mais detalhes. Ele respondeu que "Esta é a história. Você faz o resto." Eu educadamente respondi, como sempre fiz, que ali não havia o suficiente para se construir um roteiro.

Se isso acontecer com você, a menos que a ideia que eles têm seja realmente incrível (o que provavelmente não será), esteja pronto para dizer não educadamente. Quando em dúvida, apenas diga que você não consegue se identificar com o material, e siga em frente.

Se sentir pena da pessoa, ou se acontecer de você estar passando por um período de seca de suas próprias ideias, não fique tentado. Diga não. Lembre-se, essa não é a sua ideia. É a de outro cara. Se ele gosta tanto dela, ele que a escreva.

============================

Boa escrita pra você hoje! =)

Anúncios

3 Comentários

  1. “Se ele gosta tanto dela, ele que a escreva” – é verdade!! kkk
    Muito bom!!

    Comentário por Marcia Fr. — 01/10/2011 @ 12:08

  2. Primeiro que isso pode dar um problema enorme, e amizades provavelmente acabarão se você usar a idéia de um amigo, o que dirá de um conhecido. E segundo: é tão mais confortável usar uma idéia sua, você sabe qual é o melhor caminho a seguir, e se você continuar pelo lado errado é muito mais fácil voltar sem ficar com um chato do seu lado reclamando que “tinha certeza” que deveria ter entrado à direita alguns quilometros atrás.

    Ah, Valéria! Não sei se já publicou esse artigo, mas o site do John August tem um post sobre cenas de luta, veja se é interessante passar para o pessoal: http://johnaugust.com/2011/writing-fight-scenes

    Abraços!

    Comentário por Fernando — 01/10/2011 @ 15:37

  3. Oi, Marcia e Fernando! 😀 😀

    Eu gostei muito da dica do texto, Fernando, ainda não tinha lido esse, já está na pasta de prioridades para traduzir logo. Valeu mesmo! 😀

    Muito obrigada pelas mensagens e pela companhia, Marcia e Fernando! Um beijão e uma ótima semana pra vocês! =D
    Valéria Olivetti

    Comentário por valeriaolivetti — 02/10/2011 @ 10:28


RSS feed for comments on this post.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: