Dicas de Roteiro

23/09/2011

Preste Atenção Nisso (Antes de Começar o Seu Primeiro Roteiro)

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:00
Tags: ,

Oi, galera! Gargalhando O artigo de hoje é de autoria de Tom Nunan e foi tirado de seu blog, Screenwriting That Sells:

Escrever histórias

Você está animado em escrever o seu primeiro roteiro, mas como você se certifica de que a ideia por trás dele será comercialmente viável? É inteligente seguir as tendências?Sean Platt fala com Tom Nunan sobre se os escritores aspirantes a roteirista devem tentar imitar as tendências atualmente populares ou se é mais sábio ignorá-las completamente.

Sean: Quanta atenção os escritores devem prestar às tendências de gênero ao escrever seus roteiros iniciais, em qualquer caso? Por exemplo, vampiros como em "Crepúsculo" são um sucesso agora. Então, isso é algo ao qual os roteiristas deveriam estar prestando atenção? Eu suponho que o mercado já esteja saturado…

Tom: Eu acho que você pode ver alguns escritores estabelecidos e de peso tendo sucesso fazendo isso. Tipo, se eles veem que coisas sobrenaturais, como vampiros ou algo assim, estão começando a atrair um público. Os escritores ou produtores mais espertos e de sucesso poderiam dizer: "Ok. Bem, por qualquer motivo, há uma tendência ao sobrenatural. Obviamente, eu não vou fazer outra franquia de vampiros com jovens, mas talvez eu faça de zumbis. Ou talvez eu faça algum outro tipo de suspense que seja igualmente atraente."

Sean: Mas se você não está estabelecido…

Tom: Mas se você é um amador escrevendo o seu primeiro roteiro, e você não está no negócio e faz isso… a maioria dos amadores vai apenas olhar para vampiros como "True Blood" ou "Crepúsculo" e dizer: "Oh, bem, eu vou fazer vampiros", o que é naturalmente idiota, porque isso já foi feito a esse ponto.

Se eles têm a presença de espírito para perceber que há uma tendência mais ampla em andamento, que há um interesse no sobrenatural, então talvez eles devam ir em uma direção ligeiramente diferente, a apenas 15 graus de diferença.

O que é diferente de vampiros? Zumbis. Então, há um velho ditado que parece ser bastante útil: "Escreva o que você sabe." Não se preocupe com quais tendências estão em voga. Se você conhece um certo mundo ou um determinado personagem, se você está apaixonado por uma certa ideia, escreva isso.

Nenhum de nós pode saber em primeira mão o que é escrever sobre coisas de 10.000 anos no passado, ou 20 mil anos no futuro, mas podemos ser realmente apaixonados pela ideia por trás disso. E é com isso que você segue em frente. Mas essa é uma espécie de missão de tolo, um amador tentar acompanhar as tendências, especialmente com o seu primeiro roteiro, porque até mesmo os melhores profissionais do ramo não sabem como fazer isso.

COISAS PARA LEMBRAR AO ESCREVER O SEU PRIMEIRO ROTEIRO:

1. Escolha um tema pelo qual você esteja apaixonado, ao invés de tentar tomar o "caminho seguro" e escrever roteiros com base nas tendências atuais. Tendências morrem tão rapidamente quanto elas nascem, e ninguém quer ser visto seguindo uma tendência velha e esgotada. Escolher um assunto que tenha significado para você aumentará as suas chances de criar o próximo sucesso.

2. Estudar as tendências atualmente populares pode ser útil se você olhar para a tendência mais ampla, em vez de se focar nas trocas particulares de tendências que estão populares agora. Use as tendências mais amplas como um trampolim para combinar as suas paixões com o que está atualmente em demanda, para criar uma ideia única que jogue com as tendências atuais, sem copiá-las.

3. Lembre-se de que o seu primeiro roteiro vai ter de ser algo especial, se você quiser se destacar em um campo de profissionais estabelecidos. Se você escrever um roteiro baseado no que está atualmente popular, ele vai ser rapidamente descartado como "já foi feito".

===========================

Boa escrita pra você hoje! =)

Anúncios

8 Comentários

  1. Super esse artigo de hoje! Inspirador! 😉

    Ótimo final de semana para você!!

    Bjs!!

    Comentário por Marcia Fr. — 23/09/2011 @ 11:07

    • Oi, Marcia, como vai? 😀

      Que bom que você gostou! Sabe, eu tenho “trocentos” artigos na fila pra traduzir e frequentemente me pergunto se estou escolhendo os mais inspiradores, por isso fico muito feliz quando consigo acertar! Rsrs! :mrgreen:

      Obrigadão pela força e pela visita, Marcia. Uma semana super inspiradora pra você! 😀
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 25/09/2011 @ 08:35

  2. Bem Legal! Ainda bem que nunca me basei em crepúsculo! rs

    Att:

    Douglas Cavalcante

    Comentário por Douglas Cavalcante — 23/09/2011 @ 12:22

    • Rsrs! Foi uma decisão muito sábia, Douglas! :mrgreen: 😆
      Obrigada pela visita e um abração! =D

      Comentário por valeriaolivetti — 25/09/2011 @ 08:36

  3. Adorei esse artigo. Confesso que quando pensei em escrever meu primeiro roteiro, pensei logo em mergulhar no universo vampiresco, mais como nunca gostei de filmes de vampiros mudei de ideia e rumei para o suspense, terror… gêneros que eu amo de paixão.
    Sempre digo: “Não seja maria vai com as outras, siga seu caminho, o que destina seu coração, seu pensamento… ” Não sei se essa minha “filosofia” se enquadra as exigências hollywoodianas, mais acho legal a pessoa começar a escrever sobre os gêneros que mais lhe agradam e não os que estão em alta.

    Boa Noite

    Comentário por jordanmadleybrasilevi — 24/09/2011 @ 00:51

    • Oi, Ariane! 😀

      Ei, você é das minhas! Também amo suspense e terror! :mrgreen: E concordo plenamente contigo, afinal de contas, pra quê escrever o que está em voga e não o que se ama, o resultado sairá deplorável e o processo de escrita, que já é difícil por si só, se transformará numa tortura. Melhor seguir nosso coração e torcer para que NÓS comecemos a próxima moda! Rsrs!

      Agora fiquei ansiosa para postar mais alguns artigos sobre como escrever filmes de terror (eu fico sempre me segurando, senão eu acabo só postando sobre isso, mas você me animou! É tão bom ter alguém para culpar…! Rsrs.)

      Um abração, Ariane, valeu mesmo pela visita! :mrgreen:

      Comentário por valeriaolivetti — 25/09/2011 @ 08:48

  4. Muito bom, nem pensei em pesquisar, escrevo o que vem a cabeça, tenho mas de 15 idéias anotadas esperando para serem “roteirizadas”, e todas com diferentes generos, Terror, Ficção, comédia etc.
    Mudando de assunto, sou uma roteirista iniciante, e estou trabalhando com algumas histórias ótimas que andam brotando de minha cabeça, gostaria de saber, se posso enviar meus roteiros por e-mail para um produtor ou produtora?, ou isso é errado?se posso, qual a melhor maneira de escrever o e-mail para mandar?
    A é escrevi meu primeiro roteiro em 4 dias e corrigi e formatei em 2, gostaria de saber se é rapido de mais, devagar ou normal (obs: Não me falta idéias e escrevi de 3 a 4 horas por dia)
    Parabens pelo Blog, é muito bom, estou a dias lendo varios artigos, e esta me ajudando muito!

    Comentário por Carol Salvato — 24/09/2011 @ 08:56

    • Oi, Carol, seja bem-vinda! 😀

      Que bom que você esteja transbordando de ideias, isso é excelente! A velocidade de cada um é diferente, e também depende da fase criativa do escritor (eu, por exemplo, sou sempre extremamente lerda. Rsrs! :mrgreen: ), mas teve um dramaturgo brasileiro que escreveu uma peça de teatro em apenas 3 dias e a peça acabou sendo um sucesso estrondoso, ficando em cartaz por muitos e muitos anos. Então a gente não pode julgar a qualidade de uma obra pela rapidez com a qual ela foi feita.

      Hoje em dia, as produtoras estão pedindo apenas o argumento dos roteiros e o currículo do escritor. Dê uma lida na série de posts “A Bíblia do Roteirista”, que foram publicados entre novembro e dezembro de 2010 (você pode acessá-los pelo Índice de Posts, através do link nesta coluna aqui à direita, ou procurando pelo título no campo de pesquisa). Ali você terá o modelo do argumento e da carta de consulta para enviar para as produtoras. E no post a seguir você terá muitos endereços de email de produtoras brasileiras: https://dicasderoteiro.com/2010/05/05/como-comecar-uma-carreira-de-roteirista-no-brasil/

      É isso, Carol, espero que tudo dê certo. Um abração, muito obrigada pela visita e pela força, boa sorte e muito sucesso! =)
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 25/09/2011 @ 09:08


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: