Dicas de Roteiro

16/09/2011

Por Que Estrutura de História É Importante

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:00
Tags: , ,

O texto de hoje é de autoria de Phil Gladwin e foi tirado do blog Screenwriting Goldmine:

mafalda

Eu estou fazendo uma faxina geral no momento, e fiz uma escavação arqueológica nas caixas do topo das prateleiras do meu escritório.

Eu encontrei uma pasta fascinante cheia de contos e capítulos de romances que escrevi durante os meus primeiros dez anos como escritor. Eu acertei um golpe de sorte logo no comecinho – nos idos de 1986, a minha história "Indian Summer" foi de algum modo pré-selecionada para o prestigioso prêmio Sunday Times/Victor Gollancz (julgado por nada menos que J.G. Ballard, Angela Carter e Malcolm Edwards) e acabou sendo publicada.

Depois disso, convencido de que esta brincadeira de escrever iria ser fácil, eu escrevi conto após conto, trabalhei até tarde da noite, em trens, na minha mesa quando o meu chefe não estava olhando – e, surpreendentemente, depois de dez anos, eu tinha vendido precisamente três.

Encontrei outra pasta completamente recheada com cartas de rejeição do final dos anos 80 e início dos anos 90.

Olhando para trás é fácil perceber porquê. Alguma prosa bela e inteligente, algumas ideias maravilhosas, observação sutil de personagens, todas essas coisas boas – mas sem droga de história nenhuma!

Nenhuma estrutura narrativa. Nada de subenredos. Frequentemente sem enredo nenhum. Conflitos que irrompiam de forma aleatória e vacilavam mais tarde. Claramente, eu não tinha ideia nenhuma sobre estrutura de atos, ou de arcos, ou de antagonistas, ou de qualquer coisa que torne até a pior das histórias legível.

Foi interessante ler todas aquelas páginas de prosa – todo aquele esforço prodigioso de dar voltas e voltas e, literalmente, ir a lugar nenhum. Eu que diga sobre marcar passo no mesmo lugar.

Tudo isso só mudou quando eu comecei trabalhar na BBC em 1995 e finalmente consegui a resposta para essa grande questão de "O que é uma história?" que tinha me deixado completamente perplexo por dez anos completos.

Se apenas eu soubesse na época o que sei agora. Por favor, não ache que você pode automaticamente escrever grandes histórias sem estudar a arte e as técnicas. Você pode ser sortudo e ter um conhecimento instintivo de como envolver o público e mantê-lo preso o tempo que você quiser. Por outro lado, como eu, você pode não saber, e anos de sua vida podem se passar até você perceber isso.

Isso me faz pensar em tentar um romance agora, todavia.

Screenwriting Goldmine

Para saber onde comprar o livro, é só clicar na imagem.

Boa escrita pra você hoje! =)

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: