Dicas de Roteiro

14/08/2011

Hollywood Não Deixa os Atores Lerem Roteiros Inteiros Por Medo de Vazamento

Filed under: Atuação,Produção,Roteiro — valeriaolivetti @ 10:00
Tags: , ,

Este é um artigo de autoria de Mike Fleming, tirado do site Deadline (publicado originalmente há um ano, em 06/08/2010) :

script-seller

NENHUM ROTEIRO PARA VOCÊ! Atores Disputando Grandes Papéis Não Podem Mais Ler Roteiros Completos

EXCLUSIVO: Os escritores/diretores irmãos Wachowski começaram a convidar atores para se reunirem ao seu novo filme Cobalt Neural 9, sobre um romance tabu gay entre um soldado iraquiano e um americano. Mas os agentes estão me contando que isso já se tornou um outro projeto "super secreto" que eles e seus atores não podem ler. Isso significa que eles não podem aconselhar os seus clientes sobre a possibilidade de estar no filme, que com certeza será controverso devido à sua trama "proibida para menores de 18 anos". Mas eu soube que agora há uma crescente obsessão em Hollywood em manter os roteiros em segredo por causa da facilidade com que esses documentos registrados são publicados na Internet. Tanto é assim que isso está mudando o modo como os atores fazem audições para projetos controversos ou propício a fãs fanáticos. Cada vez mais, os representantes não conseguem ler roteiros completos. Em alguns casos, em filmes como Homem-Aranha ou Os Vingadores, nem os atores conseguem. "CN9 é apenas o último de uma lista crescente de roteiros que estão sendo mantidos a sete chaves", me conta um negociador frustrado. "Como você faz o seu trabalho e aconselha os clientes quando os estúdios e os cineastas não querem que os agentes e os empresários vejam os roteiros? Se os atores são sortudos, eles vão para um escritório e o leem com alguém assistindo. Esse tipo de sigilo só costumava acontecer com Woody Allen e, talvez, com Steven Spielberg. Mas agora está generalizado."

Os representantes dizem que isso tem acontecido recentemente em roteiros como o Battleship da Universal, Planeta dos Macacos – A Origem (a prequel do Planeta dos Macacos), Thor, X-Men: Primeira Classe, X-Men: Wolverine, os filmes da Saga Crepúsculo, e as duas partes de O Hobbit. Quanto aos atores, os agentes disseram que a blindagem que os cineastas estão fazendo nos roteiros está focada nos recém-chegados tentando alavancar carreiras em papéis de super-heróis, não com as grandes estrelas. Disseram-me que muitos dos atores disputando interpretar super-heróis em filmes da Marvel Comics, Homem-Aranha inclusive, não conseguiram ler os roteiros inteiros ao serem testados. Em vez disso, eles receberam páginas com os vilões encobertos para manter as suas identidades indefinidas e tiveram que contar com o diretor Marc Webb para explicar o enredo e o personagem.

Não é nenhum mistério o por quê disso estar acontecendo: segurança. Os produtores e executivos de estúdios alegam que, se eles mandarem por e-mail ou por um mensageiro, mesmo que apenas uma cópia para uma agência, ela vai parar na biblioteca daquela agência de talentos – e então torna-se matéria-prima para funcionários de baixo nível que comercializam o conteúdo desses roteiros como moeda. De repente, aquele documento registrado está na Internet. É perturbador, mas não ilegal, ter o roteiro analisado em detalhes em um fórum, ou apresentado como um furo jornalístico de um blog que revela segredos da história. "Eu duvido que um blogueiro com 60 leitores vá arruinar um filme, mesmo que ele publique um roteiro ou o desmantele", disse um negociador que considera o crescente sigilo "ridículo", mas reconhece o problema maior. "O que é mais importante é o número de filmes que estão sendo vazados na internet antes de serem lançados."

O sucesso de bilheteria de A Origem de Chris Nolan demonstra o benefício de manter detalhes da história secretos. Espere o mesmo tratamento sigiloso com o próximo Batman de Nolan e a sua produção de um Superman reiniciado. Todos os filmes de super-heróis recebem esta abordagem hoje em dia, e também aqueles filmes cada vez mais controversos, como o Cobalt Neural 9 dos Wachowski, cuja trama de romance gay “proibida para menores” o Deadline revelou.

wachowski-siblings

Boa escrita pra você hoje!

Anúncios

2 Comentários

  1. Oi Valéria!

    Eu acho interessante esse sigilo, ainda mais num momento em que tudo vai pra internet antes do tempo. Eu, particularmente, não gostaria de ver um roteiro meu na internet, antes do filme ser lançado. Mas, é o que acaba acontecendo no mundo de hoje. E, lógico que quem roteiriza/dirige um filme não quer que nada vaze na internet antes do lançamento. Mas, acaba sendo a tônica e não há como fugir disso.

    E você, o que acha?

    Comentário por Paulo Henrique — 15/08/2011 @ 09:59

    • Oi, Paulo Henrique! =)

      É verdade, é muito difícil a gente evitar que algo caia na rede hoje em dia. Mas sabe o que mais me irrita? Nem são as notícias que saem antes, mas os trailers que mostram muito mais do que deveriam, e aqueles “críticos” de cinema que não sabem analisar um filme e, a fim de “encher linguiça” e entregar o número de palavras necessário para completar a matéria, contam TUDO!! Você vai pro cinema sabendo do filme todo em detalhes de antemão, já aconteceu de eu assistir um filme que o crítico tinha contado inteirinho, só faltou a cena final!! Deu vontade de trucidar o desgraçado, depois disso nunca mais li uma crítica de cinema antes de assistir o filme (e quando eu leio depois de assisti-lo, vejo que as coisas continuam iguais! Aff!!).

      Porque pouca gente lê um roteiro na internet, mas trailers e críticas, a grande massa vai assistir e ler, e a falta de senso e profissionalismo desse povo é que me exaspera. Mas, fazer o quê? Como mudar isso? O trailer, se eu fosse a diretora, talvez até pudesse dar a palavra final, mas quanto aos críticos, isso vai continuar assim mesmo, tem jeito não. *suspiro* **suspiro duplo**

      Inté logo, Paulo, vou lá nos outros posts continuar a conversar contigo num instante! :mrgreen:
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 16/08/2011 @ 09:50


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: