Dicas de Roteiro

15/03/2011

Quando Você Realmente Acabou?

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 13:30
Tags: ,

Este texto foi escrito pelo roteirista e autor D. B. Gilles, e tirado do site Hollywoodlitsales:

Revised fifth-draft script for Raiders of the Lost Ark1

Roteiristas inexperientes tendem a não compreender o propósito de uma primeira versão. Acham que, ao concluírem seus roteiros, eles acabaram. NÃO!

O fato é, a primeira versão é o começo. Roteiristas experientes sabem que uma primeira versão irá apresentar problemas que serão abordados nas revisões subsequentes. E com isso eu não quero dizer o que a indústria gosta de chamar de "reescrever a partir da página um". Cada versão tende a lidar com alguns problemas em áreas específicas. Talvez um terceiro ato fraco, ou uma cena complicada no meio do segundo ato que se desvie da história principal.

Roteiristas novatos tendem a ficar tão felizes por terem concluído uma versão que frequentemente ficam cegos ao fato de que seu roteiro pode não estar funcionando. Se eles de fato suspeitam de que há um problema, eles não sabem o que é. E se eles sabem o que está errado, não sabem como consertá-lo. Aqui é que o valor de obter feedback entra. Seja de um professor, um amigo, um produtor, um outro roteirista. Conseguir comentários ajuda. Ajuda você a afastar-se um pouco de seu trabalho e, com sorte, vê-lo de um outro ponto de vista.

Lembre-se: uma primeira versão é um ponto de partida. Haverá coisas que funcionarão e coisas que não. As coisas que funcionam, você deixa em paz. As coisas que não funcionam, você corrige. Não importa quantas versões sejam necessárias.

Revised fifth-draft script for Raiders of the Lost Ark2

Revised fifth-draft script for Raiders of the Lost Ark3

Neste post estão três páginas da quinta versão (revisada) do roteiro do filme Os Caçadores da Arca Perdida (1981).

Boa (re)escrita pra você hoje!Lâmpada

Anúncios

A Criação de Metas de Curto Prazo

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 12:51
Tags: , ,

O texto de hoje foi tirado do boletim diário Managing Creativity (e foi recebido hoje mesmo):

Metas

DICA DO DIA: CRIAÇÃO DE METAS DE CURTO PRAZO

O valor da criação de metas de curto prazo para a produção criativa não deve ser subestimada:

a) Objetivos de curto prazo dividem a tarefa em partes menores e mais administráveis. O que à primeira vista parece inviável torna-se viável quando objetivos adicionais e graduais são definidos. Viabilidade é um dos requisitos da motivação.

b) Objetivos de curto prazo produzem muito mais resultados do que uma abordagem do tipo “faça o seu melhor”. Escreva cinco páginas por dia e você terá um roteiro de longa-metragem em um mês (só a primeira versão). Não aplique esse conselho, e ele permanecerá não terminado debaixo da sua cama até os seus filhos crescerem. Talvez eles possam assumir o projeto.

c) Objetivos de curto prazo dividem a tarefa maior em conjuntos menores de exercícios de resolução de problemas. Em cada fase, um problema é identificado e a mente começa a trabalhar nele, geralmente em vários níveis cognitivos.

d) Consciência da tarefa é a prioridade dada em termos de espaço mental e ações.

e) Objetivos de curto prazo ajudam a conquistar experiência na tarefa. Experiência na tarefa é necessária para fazer saltos radicais ou saltos criativos.

Meta

Boa escrita pra você hoje! Arco-íris

%d blogueiros gostam disto: