Dicas de Roteiro

09/01/2011

Resoluções de Ano Novo Para Roteiristas

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 11:30
Tags: , ,

Começo de ano, hora de fazermos novas resoluções para conquistarmos de vez nosso lugar ao sol escrevendo roteiros, não é mesmo? O artigo de hoje é da leitora, consultora de roteiros e analista de histórias (além de romancista), Staton Rabin, e foi tirado do site da revista especializada em roteirismo, Script:

new-year

Resoluções? EU? O que você está insinuando? Que eu preciso MUDAR?!

Bem, companheiro, que EU saiba, eu sou perfeito do jeito que SOU!

É um Ano Novo e, nunca se sabe, este pode bem ser o SEU ano de entrar no ramo com o seu roteiro. Se você não fez as suas resoluções de Ano Novo ainda, aqui estão as minhas dez melhores sugestões para aqueles que vão realmente ajudar a tornar seus sonhos realidade:

1. Eu vou parar de constantemente importunar os produtores que estão lendo o meu roteiro ("Você já leu o meu roteiro? Leu? Leu?").

2. Eu prometo ralar feito um escravo e escrever mais roteiros de especulação, em vez de resmungar com o meu agente por ele não me achar trabalho o bastante. E, se eu não tiver um agente, vou escrever alguns ótimos roteiros de especulação de qualquer jeito, de modo que eu tenha algo para vender.

3. Eu resolvo realmente terminar de escrever aquela primeira versão, mesmo se eu tiver dúvidas sobre como o meu roteiro vai ficar.

4. Eu vou gastar pelo menos tanto tempo planejando o meu roteiro – fazendo pesquisa e refinando o meu conceito, a estrutura da história e a ordem das minhas cenas – quanto eu gasto escrevendo-o.

5. Eu me comprometo em parar de reclamar de todos aqueles "filmes ruins que são feitos", e, em vez disso, vou escrever um que seja melhor.

resolutions-angusandphil

– O que É exatamente“uma resolução de Ano Novo”?

– É uma lista “do que fazer” para a primeira semana de janeiro.

6. Eu vou ler e estudar muitos roteiros de filmes de sucesso, em vez de apenas assistir aos filmes feitos a partir deles.

7. Eu estou determinado a evitar a perseguição infrutífera de escrever roteiros de acordo com as últimas tendências do cinema, e, em vez disso, vou escrever com o coração.

8. Eu vou sofrer com as rejeições de roteiros por não mais do que cinco minutos antes de fazer algo mais produtivo com o meu tempo – tal como iniciar um novo roteiro, apresentar o antigo roteiro para outra empresa, ou enviá-lo para obter uma crítica objetiva antes de reescrevê-lo.

9. Eu vou parar ____________ ( de assistir reality shows demais / fumar / comer demais / me encher de pílulas / beber em excesso – preencha o espaço em branco) porque eu evito a noção de que talento para a auto-destruição seja parte da descrição do trabalho dos escritores.

10. Eu terei fé de que se eu for realmente talentoso e persistente em perseguir a minha carreira de uma forma emocionalmente inteligente, eu VOU vender o meu roteiro. Porque isso é verdade.

Feliz Ano Novo!

Continue apresentando suas ideias. Te vejo no mês que vem.

[N.T.: A autora é analista de histórias da revista Script.]

Staton_Rabin

Boa escrita pra você hoje! 😀

Anúncios

2 Comentários

  1. Ler esse texto me levantou uma questão: onde eu posso conseguir roteiros dos filmes, para lê-los e estudá-los?

    OBRIGADÃO!

    Comentário por Marcello — 11/01/2011 @ 19:17

    • Olá, Marcello! 😀

      Existem alguns roteiros de filmes americanos editados em português, mas infelizmente a grande maioria está em inglês mesmo. Uma excelente fonte de consulta, com muitos roteiros de filmes brasileiros, de curtas e longas filmados e inéditos, é o site Roteiro de Cinema. Lá você também pode pesquisar e encontrar muitos roteiros em inglês, se quiser. Tem material pra ler o ano inteiro e muito mais! É pra se esbaldar! 😆 😉 E o legal é que sempre tem novos roteiros sendo adicionados, então vale a pena volta e meia dar uma passadinha lá.

      Um abração, Marcello, qualquer coisa é só falar! 😀
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 12/01/2011 @ 10:16


RSS feed for comments on this post.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: