Dicas de Roteiro

14/11/2010

Recompense a Si Mesmo – Parte 4

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 23:34
Tags: ,

Aqui vai a última parte desta série escrita por Rosanna Bane e tirada de seu blog, The Bane of Your Resistance.

gangorra

Como É a Sua Gangorra?

Crie uma lista de comportamentos intermediários que irão levar você de onde você está para onde você quer ir. Você deve ir eliminando as recompensas para comportamentos mais básicos, gradualmente ao longo de semanas, até meses. Se parecer que você está dando a si mesmo recompensas demasiadas por tempo demais, provavelmente você está fazendo certo.

Lembre que estamos recompensando comportamentos aproximados nesta fase, e não os resultados finais. Pode demorar meses para mudar as suas percepções e reaprender que escrever é divertido e interessante, não assustador. Quanto mais tempo você se desmotivou com duras críticas e falta de recompensas, mais tempo levará para retreinar a si mesmo.

Gordinho na gangorra

Depois de anos de treinamento, eu agora recompenso a Blue pelos resultados finais. Quando estamos em provas, eu não paro no meio de um curso para recompensá-la por correr na gangorra ou subir numa rampa dupla em forma de A. Ela brinca com seu Frisbee (sua recompensa favorita) depois que completamos um curso. Quando estamos aprendendo uma nova manobra na aula, ela recebe recompensas mais freqüentes para mantê-la envolvida enquanto eu aprendo a minha parte. Eu sou mais lenta para captar do que ela.

Mas se eu tivesse sido mesquinha com os mimos em seus primeiros anos de formação, se eu tivesse esperado até ela fazer 15 a 20 obstáculos diferentes antes de recompensá-la, nós teríamos desistido há muito tempo. Se eu tivesse esperado que um filhote corresse como um cão adulto treinado, nunca teríamos saído da classe para filhotes. Comece onde você está e dê a si mesmo o que você precisa para progredir.

recompensa pra cachorro Não seja mesquinho!

O Que É Uma Recompensa?

As recompensas estão nos olhos de quem vê. Uma recompensa é o que a pessoa (ou o cão) que a recebe deseja. Blue ama Frisbee e carne seca; outros cães que treinamos amam bolas, brinquedos de pelúcia, biscoitos, queijo, puxar uma corda, e assim por diante.

Prêmios para escritores podem incluir:

  • comidas: uma mordida em um cookie, alguns M&Ms, um pedaço de chocolate, um biscoito salgado
  • bebidas: café especial ou latte, chá, chocolate quente, limonada
  • dinheiro: 25 centavos para cada 5 minutos gastos escrevendo, um dólar para cada sessão de escrita concluída
  • tempo livre: para cada minuto de trabalho escrevendo, um minuto para fazer algo frívolo e agradável
  • auto-elogio e um sorriso! "Que bom para mim", "Sim!", "Bom trabalho", "Eu estou mesmo melhorando"
  • elogio dos outros: peça a um aliado confiável para lhe dar um feedback positivo e APENAS um feedback positivo (feedback discernente que lhe ajudará a revisar e a melhorar a escrita é importante, mas não é uma recompensa)
  • prazer físico: tomar um banho quente, arranjar uma pedicure ou uma massagem, ir ao cinema, até mesmo algo tão simples como afagar o interior de seu braço.

beautiful_coffee_art_2 coffee_art_66 coffee-boat kiki

Café como recompensa

Recompensas Pequenas e Frequentes Funcionam Melhor

Recompensas devem ser pequenas, para que você possa se recompensar com frequência. Algumas podem ser recompensas que você se dá depois de escrever, mas a maioria deve ser recompensas que você recebe enquanto escreve. É melhor dar a si mesmo um gole de limonada para cada 5 a 10 minutos de escrita do que esperar até terminar de escrever para desfrutar de um copo inteiro. Não só o seu cérebro libera a dopamina e a acetilcolina toda vez que você se dá a recompensa, como os neurônios no cingulado anterior começam a disparar ao anteciparem uma recompensa. Recompensas frequentes significa que você vai se concentrar melhor e tanto o processo de sua escrita quanto a escrita propriamente dita vão melhorar mais rápido.

Se você costuma recompensar a si mesmo com mimos que você realmente deseja em pequenas, mas generosas porções imediatamente, você pode gradualmente dar a si mesmo recompensas maiores e menos frequentes.

Eventualmente, você vai chegar ao ponto em que escrever é a sua própria recompensa e os mimos serão uma forma de celebrar a conclusão de grandes projetos. Porém, mais cedo ou mais tarde, você vai começar um novo projeto ou tentar um novo estilo de escrita, e terá que voltar a recompensar comportamentos aproximados novamente.

Não tenha medo de recompensar a si mesmo. Recompensas são divertidas, interessantes e agradáveis, e, ao contrário do que nossos antepassados puritanos diriam, isso não as torna imorais ou indecentes. Isso as torna eficazes.

latte-art_1 coffee_art_27 coffee_art_17  beautiful_coffee_art_9

Boa escrita pra você hoje! E um ótimo cafezinho de recompensa! Coffee

Anúncios

4 Comentários

  1. Ai, Valéria… Não vejo a hora de chegar dezembro! Com um novo emprego (nada relacionado a escrita) e com os trabalhos de um curso que faço (também nada relacionado à escrita) , o meu tempo para escrever está sendo boicotado! O meu emprego é meio período, e ele sim me dá tempo para escrever e consequentemente desestressar, mas esse curso… Hum… Vou te contar viu. Descobri que odeio o que estou fazendo e esse ano empurrei tudo com a barriga, agora estou na correria para entregar os trabalhos e poder passar. Socorro!

    É esse maldito curso que está atrasando minha vida. Está atrasando minhas escritas, minhas séries, minha alegria… Até com seu blog estou atrasado! Preciso voltar umas duas semanas nos posts e ler tudo! Sinto falta disso, de poder sentar ao PC e ler, e ler, e ler sobre roteiros! Minha leitura do livro Story também está atrasada. Minha leitura de um livro de Agatha Christie parece a leitura da bíblia! Nunca acaba!

    Só quero saber se depois se tanto perrengue nesse final de ano, terei minha recompensa.

    Um grande beijo, abraço e aperto de mão. Estou com saudades do blog e das nossas trocas de conhecimentos.

    Até mais. Se Deus quiser.

    Comentário por Fernando — 21/11/2010 @ 15:52

    • Oi, Fernando!

      Puxa, eu entendo totalmente o que você está passando! Este ano parece que veio cheio de urucubacas, tem tanta gente que eu conheço que tá no maior perrengue (eu, inclusive)! Eu nem tô rezando pra chegar logo dezembro, tô rezando pra passar logo o Carnaval! Não dizem que só depois do carnaval é que o ano começa? Pois é, quero meu ano novo LOGO!!! Que este já deu o que tinha que dar (só coisa ruim!).

      Eu ri muito quando você disse que a leitura do seu Agatha Christie parece o de uma bíblia, eu tô com uns três livros na minha mesinha de cabeceira na mesma situação! Parecem leitura de bíblia! Ai, ai (deixa eu te acompanhar no suspiro). Mas, como dizem, depois da tempestade vem a bonança, não é? Eu espero que sim! Pra todos nós. Que chegue logo 2011 com muitas alegrias, e muito sucesso pra todo mundo. (Quando eu digo isso, alguns amigos falam que é pra aproveitar enquanto posso porque em 2012 o mundo acaba. Êta povinho que gosta de melar nossa alegria!). Se o mundo acabar, vai me pegar escrevendo um roteiro, não quero nem saber!

      Um beijo grande, um abração e um aperto de mão daqueles bem complicados (tipo rapper americano), Fernando, que eu adoro suas visitas! (E não vou me cansar de dizer isso!). :mrgreen:
      Uma ótima semana procê! (Faltam só 10 dias pra dezembro, esperemos que passe logo!) 😀
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 22/11/2010 @ 11:10

  2. Valéria: Ótimo artigo. =)

    Comentário por Leonardo — 22/11/2010 @ 16:53

    • Obrigadão, Leonardo! Que bom que você gostou! :mrgreen:

      Comentário por valeriaolivetti — 22/11/2010 @ 18:10


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: