Dicas de Roteiro

12/11/2010

Recompense a Si Mesmo – Parte 2

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 22:51
Tags: ,

O texto e as fotos a seguir foram tirados do blog The Bane of Your Resistance, e foi escrito pela autora, conferencista e orientadora Rosanna Bane.

border-collie-agility2

Correr É A  Sua Própria Recompensa

Se você já viu um border collie correr por um percurso de agilidade, você já viu a epítome do comportamento auto-gratificante. Se você ainda não viu um cão bem treinado fazer isto, dê uma olhada neste ou em outro vídeo do YouTube de um border collie num percurso de agilidade (eu sugiro o http://www.youtube.com/watch?v=oDTt4lGhxjw&feature=fvw)

Claramente, estes cães estão ansiosos para realizar o percurso. Eles amam o desafio. Você pode pensar que porque estes cães estão se divertindo muito, eles nunca precisariam ser recompensados por fazer o percurso de agilidade, que a agilidade sempre foi a sua própria recompensa. Mas o que você vê é o resultado de anos de treinamento com reforços positivos, ou seja, recompensas nas horas certas.

Mais Esperto Do Que o Cão Mediano

Claro, você é mais esperto do que um cão (ou pelo menos mais esperto do que o cão mediano, border collies estão em uma categoria própria). Diferente de um cão, você tem um córtex grande e maravilhosamente complexo, que faz você querer e poder escrever. Mas o seu córtex está por cima e intrinsecamente ligado ao sistema límbico, também conhecido como cérebro dos mamíferos ou cérebro emocional. O seu sistema límbico não é muito diferente do sistema límbico de um cão, e condicionamento operante funciona tão bem para o ser humano como para qualquer outro mamífero.

Então por que não usar os princípios do behaviorismo para treinar-se a ser um escritor mais constante?

Sim, sim, eu sei que a escrita deveria ser a sua própria recompensa. O quão bem isto está funcionando para você? Você está escrevendo tudo o que quer com a alegria trêmula e a expectativa ansiosa de um border collie na linha de partida de um percurso de agilidade? Se não, não sinta-se mal; eu escrevo sobre resistência de escritor porque também não escrevo tudo o que quero com a alegria e a expectativa ansiosa de um border collie. Eu continuo procurando por maneiras de continuar escrevendo.

O que eu descobri é que se formos espertos o suficiente para abandonar crenças que não servem para nós, podemos experimentar novas ferramentas que nos motivem e nos deem alegria e satisfação em nossa escrita.

Motivando Humanos

Eu aprendi sobre behaviorismo em aulas de psicologia na faculdade e estudei motivação em gestão de negócios e cursos de liderança. É claro que a minha recente pesquisa sobre neurologia e cérebro aumentou a minha compreensão, mas eu aprendi muito mais sobre motivação de uma fonte completamente inesperada: o meu cão, Blue.

Tanto Blue quanto eu gostamos do desafio físico e mental de brincar de agilidade juntos. Ao longo dos anos, temos trabalhado com alguns treinadores maravilhosos que me ajudaram a entender o meu cachorro e a mim mesma. Eu nunca esperei que tanto do treinamento fosse sobre eu aprender a fazer tudo corretamente; eu pensei que estaria treinando o cachorro a seguir as instruções.

Blue_in_action

A minha garota Blue em ação

Ao invés disso, é a Blue que me ensina, e ela é a observadora mais consistente, perdoando e amando todos os meus professores.

Deixe-me garantir-lhe de que apesar de eu me valer das minhas experiências com agilidade para explicar conceitos motivacionais como "recompensar comportamento aproximado", eu realmente sei as diferenças entre motivar pessoas e motivar cães. Eu vou ligar os pontos entre usar recompensas para treinar um cão e o modo como você e eu podemos usar recompensas para nos motivar a escrever do jeito que queremos escrever.

Na parte 3 de nossa série sobre Recompensar a Si Mesmo, eu vou me gabar da brilhante capacidade de aprendizagem da Blue e ligarei os pontos para mostrar como recompensar "comportamentos aproximados" irá ajudá-lo a se tornar mais ágil como escritor.

av5

Boa escrita hoje! Au, au! 😀

Anúncios

6 Comentários

  1. Oi valéria!
    Eu estava sofrendo um grande bloqueio criativo, daí decidi pegar uma caderneta para anotar todas as idéias que tinha… Mas olhar para essa caderneta me deixava mais bloqueado, até que encontrei o lugar onde eu mais tenho idéias… por incrivel que pareça é o Banheiro, sentei-me no chão do Banheiro e escrevi várias páginas da Caderneta!!! ^^
    e com isso eu fui adicionando observações no meu texto, olhando oq eu tinha q mudar ou melhorar… E uma grande decisão- que acho que foi um grande passo- Decidi tirar os diálogos, redusi-los o quanto puder… não se preocupe, não vou erradicá-los do meu texto, mas sim diminuir a quantidade, por que notei que eu explico demais, faço com que meus personagens falem demais, EU CONTO DEMAIS… vou trocar tudo isso por narração, vou trocar por detalhes, acontecimentos, AÇÃO!
    XD
    Agora vou tentar batalhar por mais idéias! XD
    Atenciosamente Lucas Luciano
    PS: acha que mereço um:-é isso ai garoto!… e um biscoito canino em forma de osso?? *-*

    Comentário por Lucas Luciano — 17/11/2010 @ 01:58

    • Oi, Lucas, como vai? 😀

      Você sabe, esse negócio de bloqueio e desbloqueio de escritor é assim mesmo, a gente vai aprendendo por tentativa e erro. Eu descobri que o melhor lugar pra ter ideias é no chuveiro! Isso me faz gastar um tantão de água por mês (e ter um peso na consciência danado por ser antiecológica, mas eu tento não passar dos vinte minutos por banho!). Eu acho que isso acontece porque é uma atividade automática e ao mesmo tempo relaxante, e liga o meu cérebro no “modo escritor”. Você descobriu que a tranquilidade e o isolamento do chão do seu banheiro lhe dão colocam nessa “zona de trabalho mental”, então aproveita, que isso é ótimo!

      É isso aí, garoto!! 😀 Vou ficar devendo seu ossinho, dessa vez você terá que se contentar só com um cafuné virtual! 😆

      Um abração, Lucas, e obrigada por compartilhar sua experiência, talvez isso inspire outras pessoas a descobrirem que o chão do banheiro delas pode ser ótimo para se desbloquearem! (Quem não é escritor realmente não entende como o banheiro pode ser tão inspirador! Êpa, isso ficou meio estranho, não é não?). :mrgreen: 😉
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 17/11/2010 @ 13:13

      • Ah, eu também tenho boas idéias no banho… mas são tantas, é como se cada gota que cai do chuveiro fosse uma idéia diferente… parece bom, mas não é… depois fico confuso e esqueço tudo, se desse pra mim levar a caderneta pro chuveiro KK
        E eu descobri que tenho boas idéias no ônibus, encostando a cabeça na janela, mas eu só tenho idéias pra romances O.o, mas pra mim ter idéias váriadas no onibus, é só eu colocar um fone de ouvido e escutar uma boa música, cada música me trás algo diferente… músicas alegres, cena alegre (finais principalmente [finais felizes]) Música triste, cena triste; e assim por diante
        só que agora, tanto minha mãe quanto meu pai tem carro… então não preciso mais andar de ônibus… e no carro não é a mesma coisa (acho que vou pegar um bilhete unico e sair por ai sem rumo a procura de uma história XD)
        E a questão do banho, com a chuva é a mesma coisa… acho que aquele barulho de agua relaxa, e te leva pra um momento só você, então vce tem mais idéias sei lá XD… só que chuva me dá é sono

        PS: Valéria, como você é? eu pesquisei seu nome no google, pra achar o blog aqui, e apareceu um facebook da valéria olivetti, daí eu perdi a página, pesquisei novamente no facebook o nome Valéria Olivetti, e achei umas quinhentas, uma diferente da outra… naverdade nem sei se vce tem facebook, nem lembro se era Facebook ou outro site de relacionamentos… mas se tiver…pra mim te adicionar (e matar a curiosidade) se descreva (aproveitando para treinar descrição kkk… eu acho dificil descrever)
        PS2: desculpa o comentáriozão

        Comentário por Lucas Luciano — 19/11/2010 @ 00:22

  2. oi, eu so quero dar uma dica dessa vez. a AMAZON, famosa loja online, decidiu investir em cinema agora e está promovendo uma especie de competiçao com roteiros originais e projetos de filmes, a premiaçao é mensal pelo que eu vi e pessoas do mundo inteiro podem mandar seus trabalhos, quem quiser conferir o site é http://studios.amazon.com/.

    Comentário por douglas — 18/11/2010 @ 12:33

    • Oi, Douglas!

      EXCELENTE DICA!! Eu mesma nem sabia disso, adorei! Cem mil dólares de prêmio para o melhor filme, e 20 mil (cada) para dois melhores roteiros! Beleza! Valeu, Douglas! Agora é pôr a mão na massa e escrever, escrever e escrever! :mrgreen:
      Um abração,
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 18/11/2010 @ 14:34

  3. Olá, Lucas!

    Pois, é, ainda não inventaram um bloco de anotações à prova d’água pra escritores! Mas quando inventarem, a gente acaba com o estoque de água mundial! Só vamos sair do banho depois de anotarmos tudo, totalmente enrugados e já nos desfazendo! 😆

    Você sabia que o Washington Olivetto costumava (antes de ter sido sequestrado, agora não sei se ele ainda faz isso) andar de ônibus sem rumo certo cerca de uma vez por semana, justamente para ver novas caras, novos lugares, e ter ideias diferentes? E ele disse que nunca tinha tido nenhum problema por pegar ônibus, mesmo já sendo famoso. Bacana, né? Então a sua ideia de pegar um bilhete único vale a pena!

    Também adoro o barulho da chuva, e também acho excelente pra tirar um cochilo!! Rsrsrs!

    Você encontrou este blog no Facebook? Muuuuuito estranho, já que não tenho Facebook, Orkut, nem Messenger ou coisa que o valha (só o twitter do blog e olhe lá!). Sou de uma geração diferente da sua, tô quase fazendo 39 anos, e acho que super-valorizo a minha privacidade (ou talvez não, pra falar a verdade, conheço pessoas da minha idade que acham que eu já falo demais sobre mim aqui no blog, só pra você ver como as gerações pensam diferente!). Vou manter o suspense, sua curiosidade vai continuar vivinha e saltitante! :mrgreen: 😆

    Eu poderia dizer que você saberá exatamente como sou logo que eu ficar famosa como roteirista, mas além de não sabermos quando isso acontecerá, ou SE acontecerá, não deve servir muito de consolo. Sem contar que talvez continue tão difícil saber como sou quando for uma roteirista famosa, quanto é difícil agora, já que ninguém quer saber de fotografar e saber da vida de roteiristas! (Você já se imaginou um roteirista famoso dando um rolé na ilha de Caras? Nem eu!). (Na verdade, tudo bem se você já se imaginou na ilha de Caras, escritores são férteis em ter ideias mirabolantes! :mrgreen: )

    Vem cá, chega pertinho que eu vou contar um segredo só procê: ***{[(Eu sou uma alienígena! Tenho oito tentáculos, sou toda violeta, com ventosas cor de abóbora! Um arraso no carnaval, nem preciso de fantasia!)]}*** :mrgreen:

    Um beijão, Lucas! 😀
    Valéria Olivetti

    Comentário por valeriaolivetti — 19/11/2010 @ 07:43


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: