Dicas de Roteiro

26/10/2010

7 Lugares Para Escrever o Seu Roteiro

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:47
Tags: ,

O artigo a seguir é de autoria de Christopher Rice, e foi tirado de seu blog, ScriptXRay:

St-James-s-Park--London

Casa

Stephen King sugere que você crie um espaço para si mesmo em algum lugar de sua casa onde você possa ir para fazer nada mais do que escrever. Seja na varanda, no escritório ou no banheiro, certifique-se de que você tenha um lugar para ir quando quiser escrever… que por acaso deveria ser todo dia, se você for um escritor de verdade. Por falar nisso, se você estiver escrevendo em um computador, certifique-se de que ele não esteja conectado à Internet… ela realmente cria bloqueios de escritor.

Barnes & Noble (Livraria)

Vamos encarar: a Barnes é a melhor livraria da cidade. Os funcionários são profissionais, bem vestidos e educados, a organização dos livros é impecável e clara, e o melhor de tudo: eles servem café da Starbucks em um dos cafés mais limpos no qual você jamais leu ou jantou. E é exatamente por isso que é um ótimo lugar para escrever. Se você é como eu, você precisa estar no meio da agitação do mundo cotidiano a fim de devanear em sua imaginação e produzir trabalho. Pegue uma mesa, peça um macchiato de caramelo com fava de baunilha em pó em uma caneca, e devaneie com nada além do seu caderno e caneta, laptop e fichas, ou giz antigo de homem das cavernas, e conte a sua história.

[N.T.: Não existem B&Ns no Brasil, mas temos outras excelentes livrarias que também são ótimas opções de locais para escrever. Aproveite!]

Chuveiro ou Banheira

Para a maioria dos escritores, o chuveiro é um dos lugares mais criativos da casa. Talvez o vapor crie uma zona tipo-zen, onde o inconsciente circule. Talvez seja um lugar onde deixamos a nossa mente vagar até ficar calma, e portanto, nos tornamos abertos a novas idéias. Se você precisa relaxar, desligar-se do mundo, e deixar os mundos da sua história tomarem conta, considere este o melhor lugar para você.

Parque

Quando foi a última vez que você foi a um parque? Quando foi a última vez que você leu Peter Pan? Você sabia que muito da história de Peter, bem como muitas das histórias de J.M. Barrie, foram em grande parte criadas no parque local? Há algo em se passear pela grama ao ar livre, ouvir o barulho do balanço, os risos das crianças, o farfalhar das folhas ou o gotejar da água dos chafarizes, que estimula a imaginação e encoraja a sua mente a voar alto como costumava fazer quando você era criança. Sem fronteiras. Sem limites. Imaginação pura.

Park_Bench_Companions

Trabalho

O seu trabalho diário é algo que você quer fazer para o resto da sua vida? Se não, você deve estar pensando em suas histórias a cada segundo do dia. Mesmo se você não está fisicamente escrevendo, a sua mente está ponderando, fazendo brainstorm, criando e produzindo novas idéias. Considere este momento o seu tempo para pensar sobre o que você escreveu ontem à noite ou de manhã cedo, o que você quer escrever esta noite ou amanhã de manhã, e para onde você está indo. Além disso, tenha em mente que, como um contador de histórias, o seu trabalho é contar histórias que reflitam a condição humana, então agora é também o tempo de observar e entender as pessoas e a vida. Se você puder, tome notas em seu caderno. Durante a sua pausa, escreva uma cena, explore uma idéia, e teste alguns nomes ou descrições. Você passa de oito a nove horas no trabalho… utilize o máximo que for possível desse tempo em sua escrita, sem ser demitido.

Veículo

Quando eu estava trabalhando em uma companhia produtora em West Hollywood, eu agüentava uma hora e meia de viagem de ida e de volta, todos os dias – que são três horas além das suas oito a nove horas por dia em que você poderia estar escrevendo ou, pelo menos, pondo em prática os seus sonhos de escrever. Eu mantinha um grande bloco amarelo no meu banco de passageiro o tempo todo (cadernetas não funcionam bem porque se você tem um pingo de sanidade mental enquanto escreve no seu carro, você vai olhar a estrada), e produzi muitos artigos, contos, e outros escritos. Isto deve servir melhor para os residentes de Los Angeles – porque o trânsito daqui realmente permite isso. O que você faria se ficasse preso em um engarrafamento infernal todos os dias da semana? Escreveria, certo? Eu não sou do tipo que usa gravador de voz, mas, ei, esse é um ótimo lugar para se escrever oralmente. Abaixe o rádio que você não está realmente ouvindo de qualquer modo, pegue o bloco e a caneta, e escreva à mão ao estilo George Lucas.

Sono

Mais uma vez, quando a sua mente está em repouso, as idéias fluem. Mantenha aquele “oh, tão prático” bloco amarelo perto da sua cama ou sofá ou rede ou onde quer que você durma, de modo que você possa facilmente anotar todas as grandes idéias que você sonhar. Se você não costuma acordar ou sonhar, considere botar o seu despertador para tocar nas primeiras horas da madrugada; as chances são de que você será acordado bem no meio de um sonho. Certifique-se de manter aquele bloco por perto; é quase garantido que você vá esquecer o seu sonho, a menos que você o anote ou o verbalize.

Banco borboleta

Em dois comentários do post original os internautas sugeriram também a biblioteca e a praia como bons lugares para se escrever. O autor então acrescentou que a biblioteca da UCLA é uma melhores que ele conhece, e que na verdade todo o campus da UCLA é excelente.

Boa escrita pra você hoje!

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: