Dicas de Roteiro

02/10/2010

Escrita Astuta Para a TV – Parte 7

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 10:53
Tags: , ,

Aqui vai mais um subcapítulo do livro de Alex Epstein, Crafty TV Writing, texto este tirado do site Crafty Screenwriting:

television_2

Capítulo 5: Trazendo a Comicidade

Escrever em Excesso

É preciso muitas piadas ruins para encontrar uma boa. Escritores de comédia frequentemente utilizam "piadas para segurar o lugar” a fim de encher um roteiro enquanto estão tentando descrever a história e as situações cômicas básicas. Então eles voltarão e farão uma revisão para acrescentar vivacidade e, com sorte, substituir as ‘piadas para segurar o lugar’ pelas realmente engraçadas. Em um sitcom, toda a equipe de escrita normalmente irá repassar o roteiro juntos, na sala, e lançarão piadas substitutas para cada gag no roteiro. Em programas com equipes de escrita menores, o roteiro pode ser apenas passado em volta, de escritor para escritor.

Tal como acontece com todos as outras situações de reescrita, não defenda as suas piadas. Se alguém oferecer uma fala de substituição que você sente que está fora de esquadro, você pode explicar o que você estava buscando e pedir ajuda para conseguir uma piada que faça o que você queria que a sua piada fizesse. Mas se os seus colegas escritores não acharem que a sua piada é engraçada, ela não é. Essa é a beleza da comédia: se eles não estão rindo, não é engraçado.

Se você estiver escrevendo sozinho, é muito mais difícil ter a certeza de que você está substituindo uma piada fraca por uma forte. Você ainda precisa arranjar uma dúzia de gags substitutas para cada gag que você tem em seu roteiro.

Mas você precisa tomar cuidado para não jogar fora uma piada boa por causa de uma nova. Uma das coisas mais difíceis em relação a escrever comédia é que ela depende da surpresa para seu efeito. Você vai ler a sua escrita cômica várias e várias vezes, até toda a surpresa ter passado. Qualquer piada que você tenha escrito ficará cada vez menos engraçada até você não se lembrar de como jamais pode ter pensado que era engraçada. Ela vai parecer a piada mais idiota e fraca do mundo. Você vai substituí-la por algo novo que parece engraçado para você. A nova piada pode realmente não ser tão engraçada. Mas você perdeu a sua perspectiva. É por isso que tantos escritores de comédia estabelecem uma parceria.

Se você não está em uma parceria, só precisa desenvolver o que os melhores editores têm: a capacidade de esquecer que você viu ou ouviu alguma coisa. Até que você a tenha, faça uso do tempo. O tempo lhe dá perspectiva. Escreva as suas gags substitutas. Mas não substitua nenhuma das suas piadas ainda. Esconda o roteiro por alguns dias. Então leia-o novamente com as novas piadas à mão. Veja se as novas são ainda mais engraçadas do que a piada original. Só então você deve trocar as velhas piadas pelas novas.

Quando muitos escritores em uma sala de escrita lançam piadas cada vez mais sem graça para o mesmo quadro, isso é uma espiral de piada – pense num avião preso numa queda em parafuso. É por isso que algumas salas aplicam o conceito de primeira fala: a primeira piada engraçada a ser lançada é a que fica.

Boa escrita pra você hoje! 😀

Anúncios

10 Comentários

  1. Este post foi muito bom, principalmente para aqueles que estão fazendo series de comedia. Então Valeria, do que sua serie de Tv fala ?

    Ahhhh, e hoje vou terminar meu blog, vai falar sobre series. Eu queria fazer uma pagina para falar sobre a escritura astuta para a Tv, para quem planeja escrever para a tv, eu poderia ? Vou colocar os creditos.

    Até mais… Um abração !
    Igor !

    Comentário por Igor — 05/10/2010 @ 11:21

    • Olá, Igor! 😀

      Obrigada, que bom que você gostou!!

      A minha série são episódios independentes, cada um com uma história, e seguem o gênero drama/terror.

      E claro que você pode copiar, citar, reescrever os textos daqui, fique à vontade, é uma honra pra mim!! 😀

      Um abração e até!
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 06/10/2010 @ 10:56

  2. Olá Valéria, suas dicas estão sendo muito úteis!
    Tenho uma dúvida: qual é o melhor modo de se registrar um roteiro de TV?

    Muito obrigado!

    Henrique

    Comentário por Henrique — 05/10/2010 @ 14:39

    • Olá, Henrique!

      Fico feliz que estejam sendo úteis! 😀

      Registrar um roteiro de TV é igual a um roteiro de cinema, pela Biblioteca Nacional, mas eu estou devendo um post detalhado sobre o assunto. Na verdade, eu fui lá anteontem para tirar umas dúvidas e saber de alguns detalhes (inclusive sobre registro de episódios de séries televisivas), mas acabei chegando 10 minutos atrasada, já estava fechado!! Ai, ai, tanta correria para nada. Eu vou tentar voltar lá esta semana ainda, mas tô seriamente ultra-atarefada, espero conseguir tempo!

      Só para confirmar, o Escritório de Direitos Autorais da Fundação Biblioteca Nacional fica no endereço:
      Rua da Imprensa, 16 – 12º andar
      Centro – Rio de Janeiro
      CEP: 20030-120

      E você pode contatá-lo pelos telefones: 2220-0039 ou 2262-0017
      De segunda à sexta-feira, das 10 às 16 horas
      E-mail: eda@bn.br

      Um abração, Henrique, espero ter ajudado um pouquinho! O post detalhado sobre registros vai sair, eu garanto!
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 06/10/2010 @ 11:39

      • Olá, Valéria e Henrique!

        Mais uma vez venho me intrometer em uma conversa. 😄

        A minha dica para o registro de UMA SÉRIE seria o envio de uma “Bíblia da Série” para a BN. Estou fazendo isso com a minha série de comédia dramática, pois acredito que após o seu registro, todos os episodios que vierem (incluindo o piloto) serão dentro do projeto e do padrão já informado à Biblioteca Nacional. É um pouco mais complicado? Sim. Em uma bíblia você coloca todas as informações possíveis sobre sua série, informações até que não serão reveladas ao público, mas que a equipe de produção (roteiristas, diretores e produtores) precisam saber.

        Acredito que dessa maneira você registra toda a idéia de uma vez, já que um roteiro piloto pode não revelar toda a idéia principal, personagens e modus operandi da sua série. Acho mais seguro.

        PORÉM devemos combinar que para fazer uma bíblia e mandar registrá-la, você deve estar bem seguro de suas escolhas para a série, pois uma vez registrado se você mudar todo o conceito da sua história aquilo acabará se tornando um outro projeto, certo? Então se fizer uma bíblia da sua série pense bem em todos os pontos abordados e coloque só o mais importante!

        Afinal sinopses de temporadas, episódios e etc podem ser feitos após a bíblia estar pronta e assim serem alterados o quanto precisarem.

        Comentário por Fernando — 14/10/2010 @ 15:31

  3. Olá! Não sei se lembra de mim, mas algum mesês atrás postei um comentário aqui, sou o futuro escritor roteirista de 12 anos hahaha
    Mas ainda não sou muito bom nisso, preciso de um curso de produção Literária, Acho que até tenho boas idéias mas na hora de passar pro Papel tenho dificuldade, se quiser conferir: http://thefaeriechronicles.blogspot.blogspot.com/
    Se quiser me ajudar estou aberto a criticas, sugestões, dicas, toques e tudo mais… 😄

    Comentário por Lucas Luciano — 09/10/2010 @ 03:24

    • Olá, Lucas, eu lembro de você sim! 😀

      Infelizmente eu não estou conseguindo entrar no seu blog, você tem certeza que os posts estão no modo “público”? Ou será que o link não está correto?
      Bom, estou aguardando poder ler seus textos!

      Um abração, Lucas, e até mais! =D
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 10/10/2010 @ 13:36

  4. Oi Valéria… tudo bem?
    Esse é meu primeiro comentário aqui no site, descobri aqui faz pouco tempo, mas jah li tudo o que vc escreveu, e até copiei tudo o que é do meu interesse para um arquivo, garantir q nunca vou perder esses textos. rsrsrs
    Então, passando pra agradecer muito todo esse trabalho q vc tem, é de grande ajuda cada um desses textos, e fico aqui na torcida para que um dia vc volte a postar com a mesma frequencia de antes!!! rsrs

    Um abraço…

    VJ

    Comentário por Valdemar (VJ) — 10/10/2010 @ 20:53

    • Oi, Valdemar, seja muito bem-vindo!

      Obrigada pela força, pelo carinho e pelo prestígio que você está me dando, puxa, eu fico super feliz com isso!

      Eu também estou triste de não estar podendo postar todos os dias, mas se tudo der certo, este mês eu termino de resolver a série de problemas que surgiram com o falecimento do meu pai (quem imaginaria quanta coisa iria surgir!), e voltarei à minha rotina anterior. Enquanto isso também vou tentando curar a minha mão esquerda que eu machuquei e está meio lenta para ficar boa. *snif!*

      Obrigadão pela força, Valdemar, fiquei muito feliz com sua visita! 😀 Um abração!
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 10/10/2010 @ 22:17

  5. Olá, Fernando! 😀

    Valeu mesmo pela dica, eu também não sabia desse negócio de “Bíblia da Série”! Na verdade eu nem tinha pensado nisso, já que a série que estou escrevendo são de histórias isoladas, não é uma história inteira em capítulos. Isso foi muito elucidador, obrigada!! 😀

    Um beijo grande, Fernando, e por favor, continue se intrometendo bastante nas conversas, eu estou adorando! :mrgreen:
    Valéria Olivetti

    Comentário por valeriaolivetti — 15/10/2010 @ 13:44


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: