Dicas de Roteiro

02/10/2010

Escrita Astuta Para a TV – Parte 7

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 10:53
Tags: , ,

Aqui vai mais um subcapítulo do livro de Alex Epstein, Crafty TV Writing, texto este tirado do site Crafty Screenwriting:

television_2

Capítulo 5: Trazendo a Comicidade

Escrever em Excesso

É preciso muitas piadas ruins para encontrar uma boa. Escritores de comédia frequentemente utilizam "piadas para segurar o lugar” a fim de encher um roteiro enquanto estão tentando descrever a história e as situações cômicas básicas. Então eles voltarão e farão uma revisão para acrescentar vivacidade e, com sorte, substituir as ‘piadas para segurar o lugar’ pelas realmente engraçadas. Em um sitcom, toda a equipe de escrita normalmente irá repassar o roteiro juntos, na sala, e lançarão piadas substitutas para cada gag no roteiro. Em programas com equipes de escrita menores, o roteiro pode ser apenas passado em volta, de escritor para escritor.

Tal como acontece com todos as outras situações de reescrita, não defenda as suas piadas. Se alguém oferecer uma fala de substituição que você sente que está fora de esquadro, você pode explicar o que você estava buscando e pedir ajuda para conseguir uma piada que faça o que você queria que a sua piada fizesse. Mas se os seus colegas escritores não acharem que a sua piada é engraçada, ela não é. Essa é a beleza da comédia: se eles não estão rindo, não é engraçado.

Se você estiver escrevendo sozinho, é muito mais difícil ter a certeza de que você está substituindo uma piada fraca por uma forte. Você ainda precisa arranjar uma dúzia de gags substitutas para cada gag que você tem em seu roteiro.

Mas você precisa tomar cuidado para não jogar fora uma piada boa por causa de uma nova. Uma das coisas mais difíceis em relação a escrever comédia é que ela depende da surpresa para seu efeito. Você vai ler a sua escrita cômica várias e várias vezes, até toda a surpresa ter passado. Qualquer piada que você tenha escrito ficará cada vez menos engraçada até você não se lembrar de como jamais pode ter pensado que era engraçada. Ela vai parecer a piada mais idiota e fraca do mundo. Você vai substituí-la por algo novo que parece engraçado para você. A nova piada pode realmente não ser tão engraçada. Mas você perdeu a sua perspectiva. É por isso que tantos escritores de comédia estabelecem uma parceria.

Se você não está em uma parceria, só precisa desenvolver o que os melhores editores têm: a capacidade de esquecer que você viu ou ouviu alguma coisa. Até que você a tenha, faça uso do tempo. O tempo lhe dá perspectiva. Escreva as suas gags substitutas. Mas não substitua nenhuma das suas piadas ainda. Esconda o roteiro por alguns dias. Então leia-o novamente com as novas piadas à mão. Veja se as novas são ainda mais engraçadas do que a piada original. Só então você deve trocar as velhas piadas pelas novas.

Quando muitos escritores em uma sala de escrita lançam piadas cada vez mais sem graça para o mesmo quadro, isso é uma espiral de piada – pense num avião preso numa queda em parafuso. É por isso que algumas salas aplicam o conceito de primeira fala: a primeira piada engraçada a ser lançada é a que fica.

Boa escrita pra você hoje! 😀

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: