Dicas de Roteiro

05/07/2010

Tema

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 08:24
Tags: , ,

Olá! O artigo de hoje foi tirado do site Script Secrets, de William C. Martell. Como ele reformulou o site algumas vezes ao longo dos anos, este texto foi a primeira versão da “Dica nº 12”. A segunda versão, ainda sobre o mesmo assunto, eu postarei amanhã. Já a terceira versão, que eu postarei depois de amanhã, é sobre outro assunto, Escrever para atores. Infelizmente, as duas versões antigas não estão mais no ar, mas, felizmente, eu as havia impresso há uns dez anos e elas agora ganham uma sobrevida aqui.

MISTY_PARK___LEONID_AFREMOV

O que é um tema? É sobre o que o seu filme realmente se trata – o ASSUNTO ao invés do enredo. A moral da história. O tema está vinculado ao seu conflito interior, é aquela lição que o seu protagonista terá de aprender a fim de crescer como alguém que possa resolver seu problema externo.

Você está tentando explorar a diferença entre amor e amizade? Decidir se a vingança destrói igualmente o vilão e a vítima? Investigar a tolerância? Se você não isolou o tema de sua história, você está escrevendo no escuro. O tema é o que você compartilhará com o público… aquilo que fará eles continuarem a pensar no seu filme dias após terem esquecido daquele pedacinho de diálogo inteligente. O tema é a chave para o seu personagem principal.

Uma vez que tenhamos isolado o tema, podemos adicionar sombreado e profundidade aos nossos personagens – não apenas aos protagonistas, mas aos coadjuvantes também. John Michael Hayes fez isto em JANELA INDISCRETA – cada um dos personagens coadjuvantes mostra um aspecto diferente do tema, criando contraste com o protagonista, o que ajuda a definir AMBOS os personagens.

Quando os conflitos interiores e exteriores estão conectados, o tema pode ser explorado visualmente (através de ações no lugar de palavras). Cinema é uma mídia visual. Filmes são sobre pessoas FAZENDO COISAS. Queremos ser capazes de MOSTRAR ao invés de CONTAR nossas histórias. Dê ao público uma experiência ao invés de um sermão. Enredo e tema crescem naturalmente do personagem – você não pode forçar um tema sobre os personagens e o enredo. Queremos que nossos roteiros sejam orgânicos, e não forçados!

wire toys Paper Works Bons temas pra você, hoje e sempre!

Anúncios

3 Comentários

  1. Valéria!… Passando aqui para lhe dar um oi! Pelo visto, o teu blog e o twitter estão bombando! Uma vitória para quem não é famosa como você! Você é uma prova que a competência e a perseverança vence qualquer popularidade fácil! Sucesso merecido, viu!? Beijos…

    Comentário por januária — 25/07/2010 @ 19:57

    • Olá, Januária, que bom falar com você novamente! Eu tava com saudades! 😀

      Obrigadão pela força, eu não teria feito nada sem o apoio dos amigos, e você tem uma grande parcela de culpa nesse sucesso, viu? 😆 Eu fico tão feliz que exista tanta gente talentosa e esforçada estudando roteiro e cinema! É uma felicidade imensa! Tem muitas pessoas por aí que gostariam de seguir a área artística, mas por influência dos amigos e dos familiares, acabam escolhendo uma carreira mais “séria”, que “ponha comida na mesa”. Com este humilde bloguinho, eu espero estar sendo uma pequena influência no sentido contrário. Que as pessoas lutem e sigam seus sonhos, suas paixões, que elas acabarão tendo muito mais do que barriga cheia, terão realização pessoal plena! E isso não tem preço!

      Um beijo grande e um abraço apertado, amiga, espero que tudo esteja bem no seu trabalho, e que você continue escrevendo…! Valeu mesmo pela visita, gostei demais!
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 26/07/2010 @ 09:32

  2. Certamente esse espaço está sendo um gás necessário para as nossas pretensões, num ramo bastante complicado e incerto, mas fascinante como é o da escrita criativa!… Que sigamos em frente em nossas empreitadas…

    Comentário por januária — 26/07/2010 @ 23:45


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: