Dicas de Roteiro

24/06/2010

O Milésimo Aspirante a Roteirista Que Decide “Quebrar Todas As Regras”

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 19:22
Tags: ,

O texto de hoje é curtinho, mas o achei muito engraçado. Conheci vários aspirantes a roteiristas que diziam quase a mesma coisa (pode acreditar!!). Texto tirado do site The Hollywood Roaster:

quebrando as regras

Roteirize uma mixórdia ilegível

Quando Fred Durnett, nativo de Illinois, jurou escrever “um roteiro inovador que não estivesse confinado à velha e gasta estrutura de 3 Atos”, o barista de 24 anos não tinha nenhuma ideia de que estava estabelecendo um recorde como o milésimo novato a tentar o feito.

Ele também não percebeu que estava escrevendo uma bosta de roteiro.

“Eu nunca fui muito bom em seguir regras”, disse Durnett. “Além disso, eu sou especial, então tem isso. Eu sou basicamente tão talentoso que posso quebrar todas as convenções habituais do roteirismo, sem nem mesmo conhecê-las.”

O roteiro resultante, uma comédia atrevida vagamente baseada em todas as três façanhas sexuais de Durnett, não apresenta nenhuma mudança de ato, nenhum ponto de virada, e tem arcos de personagem mínimos. Ele também emprega longas narrações em off e sequências de flashback.

“O que eu tentei fazer com ‘SEXO E PIZZA’ foi criar uma história fluida, imprevisível”, ele disse do volume de 134 páginas. “Eu mal posso esperar para ver o que o pessoal do ScriptPimp vai achar!”

quebre as regras

Boa escrita para você hoje! :mrgreen:

Anúncios

6 Comentários

  1. Eu acho que as vezes se preocupam demais com a técnica… Interessante o texto… Porem prefiro acreditar que Gloria Perez , é uma das mais inteligentes no Ramo porque ela pode ate se preocupar com essa estrutura. Mas quem nasce pra coisa, aprende a técnica e se leva depois pelas fontes de inspiraçao. Você nao capta uma historia é ela quem escolhe você pra escrever ela.

    Comentário por Luiz Castello Branco — 14/07/2010 @ 18:16

  2. […] This post was mentioned on Twitter by Madame Lumière. Madame Lumière said: RT @roteirodecinema: O Milésimo Aspirante a Roteirista Que Decide "Quebrar Todas As Regras" >> http://wp.me/pJ8ar-RM (no @dicasderoteiro) […]

    Pingback por Tweets that mention O Milésimo Aspirante a Roteirista Que Decide “Quebrar Todas As Regras” « Dicas de Roteiro -- Topsy.com — 14/07/2010 @ 18:18

  3. Janet Clair , disse para não temer o rídiculo , se você acha que pode colocar tal coisa ali faça. Não se pode temer a Ousar.

    Comentário por Luiz Castello Branco — 14/07/2010 @ 18:23

    • Olá, Luiz, seja bem-vindo!

      Bem, essa é uma das grande discussões nesse ramo: estudar ou não estudar as técnicas. A maior parte da minha turma de roteiro na faculdade de cinema disse com todas as letras para o nosso professor (o roteirista e cineasta José Jofilly) que aquela matéria era uma perda de tempo e um empecilho ao livre desenvolvimento de sua inspiração. Eu fui a única a defendê-lo. E, de minha turma, a única que não desistiu de cinema até hoje. É importante frisar que estudar a parte técnica do roteirismo não significa deixar o seu lado artístico ser aprisionado por ela. É muito importante ousar e usar a sua intuição. Essas são grandes armas dos roteiristas. Janet Clair e Gloria Perez estão entre as maiores noveleiras do Brasil, mas devo observar que nenhuma das duas revolucionou a técnica. Muito pelo contrário. Ambas são fidelíssimas à estrutura aristotélica, que já existe há mais de dois mil anos. Quando um escritor deixa de lado a técnica acaba cometendo erros básicos, e, quando acredita estar sendo original, se desconhece o que os outros fizeram antes, ele apenas irá se desgastar reinventando a roda o tempo todo. É necessário conhecer algo para poder superá-lo. Picasso era um excelente desenhista e pintor figurativo antes de desenvolver sua técnica abstrata. Ele não pintava daquele jeito porque não sabia desenhar melhor, não foi por falta de opção. Foi a escolha dele. Daí o seu sucesso. Escrever roteiros é a mesma coisa, a gente precisa saber fazer bem o feijão com arroz antes de ir para a alta gastronomia. Bem, pelo menos é nisso que eu acredito.

      Existe, de fato, alguns escritores que têm um forte conhecimento instintivo de estrutura, sem nunca terem estudado. Seja por muita leitura, por assistir muitos filmes, ou por um sentido de observação muito afiado, eles conseguem escrever, e muito bem, indo direto ao ponto, acertando o nervo emocional do leitor/espectador. Poderiam ser chamados de gênios criativos, esses profissionais. Eles existem, mas não é para eles que este blog existe. Todo este material de estudo aqui serve para os aspirantes a roteiristas que querem saber conscientemente as ferramentas de que podem fazer uso para melhorar o seu trabalho. Para que não precisemos perder tempo e energia reinventando a roda, porque isso, com o tempo, acaba nos desanimando e fazendo a gente desistir.

      Vi de perto pessoas que aprenderam isso pelo método mais difícil, e, ao receberem ácidas críticas pelos seus trabalhos, acabaram se desiludindo e desistindo completamente de cinema. Não quero que isso ocorra com vocês. Com ninguém que frequente este blog. Esse é o meu objetivo. Que os roteiristas não precisem aprender pelo sofrimento, mas pelo estudo. A parte técnica é apenas o esqueleto que cobriremos com a nossa criatividade, é uma moldura na qual nos apoiamos, não o quadro em si.

      Eu espero que você não fique chateado com minhas palavras, eu lhe desejo muito sucesso e alegrias com seu trabalho, de verdade. Só que já vi tanta gente boa e promissora quebrar a cabeça e desistir por causa dessa crença que não quero ver mais ninguém sofrendo o mesmo destino.

      Muito obrigada pelo feedback, Luiz, e desejo que, qualquer que seja seu caminho, que você encontre felicidade e sucesso nele!
      Um beijo grande,
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 15/07/2010 @ 11:51

  4. Oi Valéria , Obrigado eu! Adorei o seu comentário! Gracias!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Por falar nisto hoje vi um filme que se poderia dizer que o roteiro é perfeito!!!

    Nao eu nao acho que seja perda de tempo , eu so acho que as vezes se preocupam demais com a tecnica, relaxa , deixa fluir, deixa os personagens falar um pouco por eles. Bom nao ha duvida de que para ser um grande roteirista voce tem que devorar muuuuuuuuuuuuuuuuito a leitura e praticar bastante… desculpe a falta de assentos.

    Noite e Dia com Cameron Diaz e Tom Cruise.

    Beijos!!!!!!!!!!!!!

    Comentário por Luiz Castello Branco — 18/07/2010 @ 20:36

    • Olá, Luiz, que bom vê-lo aqui de volta!

      Concordo contigo, a gente estuda muito, pratica à beça, mas tem sempre aquele momento em que temos de deixar a intuição e a criatividade tomar conta. Dizem que todo trabalho criativo é assim: você começa com a parte lógica do lado esquerdo do cérebro, depois vai para a parte criativa e intuitiva do lado direito, depois critica o que escreveu com o lado esquerdo, em seguida escreve mais um pouco com o lado direito, e por aí vai, até os dois lados se entenderem e estarem satisfeitos!! 😆

      Gostei da dica de filme, eu tava na maior dúvida se o assistia ou não, mas agora vou mesmo! Só quero lembrar para quem for ler este comentário, que aqui no Brasil o título do filme ficou sendo “Encontro Explosivo” (Knight and Day). Valeu, Luiz!

      Um beijo grande, obrigadão pelo comentário, e volte sempre! 😀 😀 😀
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 19/07/2010 @ 10:13


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: