Dicas de Roteiro

20/06/2010

O Thriller

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 09:19
Tags: , ,

Olá, hoje eu traduzi o artigo escrito por John Truby para o site Story Link. É correto traduzir a palavra thriller como suspense, que seria o mais aproximado em nossa língua, mas como thriller em inglês tem uma conotação muito específica (suspense com um toque de ação, aventura e terror), decidi, pelo menos dessa vez, manter o termo original.

boneco thriller

Boneco do Michael Jackson no videoclipe Thriller

O Thriller é um dos gêneros mais populares de Hollywood, porque combina a criminalidade e a surpresa do gênero de detetive com o perigo e a pressão do terror.

Um bom thriller coloca o herói logo em perigo, e nunca cessa. Apesar do thriller geralmente envolver um personagem principal que tenta encontrar um assassino, ele tem beats de histórias muito diferentes do gênero policial. Cada beat é voltado para espremer até a última gota de terror do herói e do público.

Os thrillers tendem a querer ser pequenos. É como colocar o seu herói em uma caixa e apertar. Uma das vantagens deste estreitamento de foco é que os thrillers maximizam a emoção. Histórias de detetive, com muito mais suspeitos, criam uma experiência mais intelectual para o público. O principal interesse do espectador é ser mais esperto do que o detetive, e mais inteligente que as tentativas de ilusionismo do escritor. Os thrillers deixam o público conhecer o herói, e o principal adversário, com uma intimidade muito maior.

O thriller é também uma ótima estratégia caso você escreva filmes independentes. Em nenhum outro gênero você consegue fazer tanto barulho por tão pouco dinheiro. O elenco é pequeno, os efeitos especiais são inexistentes.

Mas existe uma enorme desvantagem para o pequeno tamanho do formato do thriller: Ele põe uma pressão enorme sobre a sua capacidade de criar um enredo. Quer você escreva para o cinemão de Hollywood ou para o cinema independente, você tem que criar enredo à beça em um pequeno espaço, com apenas alguns poucos personagens.

Vocês podem se surpreender ao descobrir que planejar o enredo é a área da ficção menos compreendida pelos roteiristas. Nós conversamos o tempo todo sobre personagem e diálogo, e simplesmente presumimos que podemos criar um bom enredo. Na verdade, traçar o enredo exige um conjunto de técnicas muito avançado que a maioria dos escritores nunca chega a aprender.

Frequentemente os escritores escondem a sua incapacidade de criar enredos atrás de grandes espetáculos de ação, com muitos personagens. Mas com thrillers você não pode se esconder.

Uma estratégia muito boa que alguns escritores utilizam é expandir o próprio formato, para manter a intensa pressão, mas trabalhando em um quadro mais amplo. Esta é uma boa idéia, e existem todos os tipos de técnicas para se fazer isso.

Mas eu aconselho cuidado com uma dessas abordagens para a expansão do thriller – pelo menos se você quiser vender o seu roteiro para Hollywood – que é escrever o thriller político.

Um thriller político é um thriller em que o crime e o perigo têm uma origem nacional ou internacional, e suas implicações. Exemplos disso incluem: Os 39 Degraus, Sob o Domínio do Mal, Três Dias do Condor e Todos os Homens do Presidente.

Uns filmes muito bons aí. Mas os thrillers políticos são geralmente muito menos populares do que os thrillers habituais por cinco razões principais:

I. As implicações nacionais e internacionais são muitas vezes demasiado complicadas de explicar e tornar reais para o público no veículo cinematográfico – pelo menos no cinema de Hollywood que enfatiza a velocidade em detrimento do conteúdo. (Este é um dos motivos dos thrillers políticos serem muito mais populares nos romances).

II. A intriga política é um mundo de sombras com que poucos conseguem se identificar.

III. A oposição é um vasto sistema que é quase impossível de se concentrar.

IV. A oposição é tão poderosa que o herói é reduzido ao nível mais baixo; ele ou ela é muitas vezes nada mais do que um coelho perseguido.

V. Os thrillers políticos normalmente acabam mal, com a destruição do indivíduo pelo sistema todo-poderoso.

bonecos-michael-jackson-thrillerjpg

O pessoal aproveita pra ganhar dinheiro com tudo hoje em dia, não é mesmo?

Boa escrita pra você hoje!

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: