Dicas de Roteiro

10/06/2010

O Contrato e o Escritor

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 11:09
Tags:

O artigo de hoje é para esclarecer os escritores sobre os tipos de contratos hollywoodianos que existem para roteiristas. Este texto foi tirado do site Sell a Script:

contract

Como escritor, você vai encontrar muitos tipos diferentes de contrato no decurso de sua carreira. Vale a pena ter um conhecimento básico de tais contratos, de modo que você possa estar preparado e agir com uma opinião fundamentada. O mundo do cinema é o mundo dos negócios e a ignorância nunca é recompensada aqui.

Um bom ponto de partida é o Mínimo Acordo Básico do Writer’s Guild, que constitui a base da maioria dos contratos e descreve os termos básicos do acordo que você pode e deve esperar ver. A idéia é tentar negociar algo melhor e usar isto como um trampolim para o contrato de seus sonhos. Identifique onde se encontram as suas prioridades para que você saiba quais pontos são e não são negociáveis.

Aqui estão os quatro contratos básicos que você provavelmente vai encontrar:

Acordo de Opção – Roteiro de Especulação

Uma opção dá a um produtor o direito de comprar o seu roteiro para outras partes interessadas, por um determinado período de tempo, para o qual ele vai lhe pagar uma taxa, que varia de US$ 1 a alguns milhares de dólares. Por exemplo, você poderia assinar um acordo de opção de doze meses por US $ 1.000. Ao final de doze meses, se não houve compra e você não deseja renovar a opção, então o acordo termina e você fica com os US$ 1.000 da taxa de opção. O acordo irá enunciar não só os termos de opção, mas também o preço final de compra e outras condições básicas, então tenha cuidado com o que você assina e veja se, mais à frente, você você vai ficar satisfeito com os termos.

Um acordo de opção é necessário para o produtor, para que ele não gaste uma grande quantidade de tempo estabelecendo o seu projeto com o Estúdio A, apenas para descobrir que um outro produtor acabou de vendê-lo para o Estúdio B. É importante que você confie que o seu detentor da opção tenha a capacidade e os contatos necessários para expor o seu projeto, até porque ele vai estar fora dos limites para o resto do mundo até que o período da opção tenha expirado.

Contrato de Compra – Roteiro de Especulação

Esta é a venda efetiva de seu roteiro e o comprador vai comprar inteiramente todos os direitos do seu roteiro. Além disso, muitas vezes há uma compensação adicional se o roteiro for realmente produzido como um filme. Se um contrato de compra surgir em seu caminho, você deve procurar imediatamente uma opinião legal profissional e rever toda a documentação com cuidado.

Contrato Oral

Um acordo verbal permite que um produtor negocie um transação em torno de seu roteiro. Ao contrário de um acordo de opção, nada é assinado e nenhum dinheiro muda de mãos – entretanto, isto não significa que nada precisa estar no papel. É uma boa idéia acompanhar todas as reuniões ou telefonemas onde os termos são discutidos, com cartas, faxes ou e-mails, para que você tenha um registro coerente em papel e ambos os lados saibam o que é e não é aceitável para o futuro desenvolvimento de seu roteiro.

Contratos orais podem levar a absolutamente lugar nenhum, mas lhe permitirá estabelecer relacionamentos e abrir possíveis caminhos para todos os projetos futuros.

Memorando de Acordo – Atribuição de Escrita

As atribuições da escrita podem ser o pão de cada dia de um escritor. O truque é que você precisará ter pelo menos um roteiro produzido no currículo para ser considerado para esse trabalho. Isso tem menos a ver com o talento real e mais com a facilidade de negociar seu trabalho com o investidor. Esta não é uma regra fixa e muitos agentes usarão um roteiro do escritor para negociar um trabalho de atribuição de escrita para ele, baseado na força do roteiro.

Atribuições de escrita envolvem trabalhos tais como reescritas e o aperfeiçoamento da obra de alguma outra pessoa. Um memorando de acordo irá delinear as especificidades sobre o que você vai escrever, quando e por quanta compensação. Há um pagamento parcial adiantado, e o restante após a conclusão e entrega. Embora o memorando de acordo não precise de uma longa negociação, sempre compensa ter um par de olhos legal para dar uma olhada nos detalhes, mas seja rápido e deixe o trabalho rolar.

Boa sorte com a sua carreira de roteirista!

contract Boa escrita (e bons contratos) pra você!

Anúncios

2 Comentários

  1. Primeiro, parabéns pelo blog, ele tem me ajudado muito. E já que estamos falando sobre tipos diferentes de roteiro, será que você poderia fazer um poste sobre como escrever uma cena musical ou um filme inteiro musical? Quem faz a letra da musica o roteirista ou outra pessoa ou os dois e como o roteirista deve escrever a musica no diálogo e ainda como definir a ação e o cabeçalho de uma cena assim?
    ufa, que monte de pergunta. Espero que você possa responder(e vai poder).
    Obrigado. E até a próxima dúvida.

    Comentário por Douglas Ribero — 26/06/2010 @ 14:16

    • Olá, Douglas, seja benvindo!

      Muito obrigada, fico super feliz mesmo que você esteja gostando do blog! Eu já fiz dois posts sobre esse assunto, dá uma clicada nos links abaixo para acessá-los:

      Musicais
      Música nos Roteiros

      Eles não respondem todas as suas perguntas, mas eu fiz uma nova pesquisa, e encontrei um texto que fala especificamente sobre musicais de cinema (textos sobre musicais da Broadway são mais comuns, mas a maioria é para compositores). Por isso, aguarde o próximo post, que eu vou traduzi-lo e colocá-lo aqui pra você.

      Valeu mesmo pelo comentário e pela pergunta, como eu sempre digo, eu aprendo muito com vocês. Pode perguntar o quanto quiser, o prazer é meu! 😆 :mrgreen:

      Um abração, Douglas, volte sempre e boa sorte e sucesso para os seus roteiros!
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 27/06/2010 @ 09:19


RSS feed for comments on this post.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: