Dicas de Roteiro

07/06/2010

Os Melhores Concursos de Roteiro – Associações

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 10:58
Tags: ,

Olá, continuando a nossa série sobre concursos, o artigo de hoje na verdade seria a primeira de duas partes. Esta aqui fala sobre as associações de roteirismo, e a segunda falaria sobre os concursos de roteiro em geral, mas o autor, James Vektor, não chegou a escrevê-la. Portanto, eu vou postar em breve um texto de outro autor que cobre o assunto. O texto a seguir foi tirado do site Hub Pages, e fala das Fellowships, que seriam sociedades, associações, companhias, corporações, e até bolsas de estudo, mas optei por traduzir a palavra fellowship, na maioria das vezes, apenas como ‘associação’ e ‘bolsa’. Vamos a ele:

winner-theme

Em quais concursos de roteiro eu devo entrar?

é uma pergunta frequentemente feita por roteiristas novatos. Às vezes, escolher os melhores concursos de roteiro para se inscrever parece mais assustador do que escrever um roteiro.

Com mais de 250 competições, concursos e associações entre as quais escolher, muitos roteiristas necessitariam de uma segunda hipoteca para conseguir inscrever um roteiro em todas as competições do ramo. Mesmo se as hipotecas fossem uma opção, concursos de escrita além da conta são conduzidos por escritores cuja única experiência é a escrita criativa – não para cinema, mas para os anúncios de seus concursos.

Se a sua meta final é vender o seu roteiro, o seu investimento em concursos de escrita deveria basear-se em quanto eles irão lhe ajudar a alcançar esse objetivo. Afinal de contas, se você escolher os concursos de roteiro certos para entrar, eles podem conduzi-lo a uma vida inteira escrevendo filmes! E quem não adoraria dizer para as pessoas: “Eu trabalho em Cinema”? Para este fim, as associações de roteirismo frequentemente fornecem a orientação necessária para levar o escritor a níveis mais altos do ofício, níveis estes que são esperados de roteiristas profissionais.

Por que Associações de Roteirismo?

Além da infusão rápida do prêmio em dinheiro fornecido pela maioria das competições e concursos de roteiro, as associações de roteirismo em particular focam-se em desenvolver os talentos dos escritores vencedores.

Dependendo da associação, um escritor pode ser designado para um grupo de mentores que já têm sucesso comprovado na indústria cinematográfica. Estes mentores podem ser escritores, diretores, atores, agentes. Não obstante, serão pessoas que já fizeram o que você não fez – trabalharam em Cinema. Por dinheiro. Frequentemente, por uma grande quantia de dinheiro. O objetivo das associações é levar o roteirista associado a este ponto também – trabalhar em Cinema.

Baseado em resultados passados, as seguintes três associações de roteirismo oferecem a melhor oportunidade para um escritor começar uma carreira de escrever filmes.

Nicholl

E o ganhador é… [N.T.: No Brasil, dizemos: “E o Oscar vai para…”]

Nenhum concurso, competição ou associação importa tanto para produtores, agentes ou estúdios quanto o Nicholl Fellowships in Screenwriting. Conduzido pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas – você sabe, o pessoal que distribui os Oscars – o Nicholl premia cinco bolsas por ano.

Fundado por Gee Nicholl, viúva do co-criador de The Jeffersons e Three’s Company, o Nicholl dá 30 mil dólares a cada um dos seus escritores selecionados, de forma que eles possam evitar algumas das dificuldades financeiras que Don Nicholl teve de passar quando ele estava começando na carreira.

O prêmio em dinheiro da bolsa pode ser atraente, mas o real valor do Nicholl reside no impulso que ele dá na carreira de um escritor. Carreiras profissionais lançadas por esta associação de roteirismo incluem a Allison Anders (Gas Food Lodging, Mi Vida Loca, Grace of My Heart), Jeffrey Eugenides (autor, The Virgin Suicides), Susannah Grant (Erin Brockovich, 28 Days), Andrew W. Marlowe (Air Force One, End of Days, Hollow Man), Ehren Kruger (Arlinton Road, Reindeer Games, Scream 3, The Ring), e tantos outros que não cabem aqui. No total, os ganhadores da associação de roteirismo Nicholl já contribuiram para a arrecadação de mais de 3 bilhões de dólares em receitas de bilheterias do mundo inteiro.

Além de lançar carrreiras, o Nicholl tem a melhor relação de roteiros vencedores sendo transformados em filmes. Até 2006, 13 dos 86 roteiros associados tinham sido produzidos. Não é supresa que até os roteiros pré-semifinalistas e os semifinalistas acumulem solicitações de companhias produtoras – algo que poucas outras competições podem declarar.

Se você escolher apenas uma associação de roteirismo para se inscrever, escolha o Nicholl Fellowships in Screenwriting.

Robert Redford directing

O segundo lugar… de novo

Robert Redford deve estar acostumado a ser o segundo da lista, como o seu alter-ego, o Sundance Kid. Com o lançamento em 1969 de Butch Cassidy and Sundance Kid, Redford fechou uma década de papéis, em sua maioria, menores, num ponto alto – como estrela de um sucesso de bilheteria indicado ao Oscar.

Eternamente grato ao seu importante personagem, Redford escolheu “Sundance” como o nome parao seu viveiro de cinema independente ao fundar o Instituto Sundance, em 1981. Sua missão: “A descoberta e o desenvolvimento de artistas independentes e espectadores. Através de seus programas, o Instituto procura descobrir, apoiar e inspirar artistas de cinema e teatro independentes dos Estados Unidos e ao redor do mundo, e apresentar os espectadores aos seus novos trabalhos.”

Para esse fim, o Instituto apóia um amplo leque de programas, apenas um dos quais é o anual Festival de Cinema Sundance, em Park City, Utah. Para roteiristas iniciantes, no entanto, a jóia da coroa do Instituto é o Laboratório de Roteiristas do Programa de Longa-metragens. Apesar de não ser classificado como uma associação de roteirismo no folheto do Instituto, ele tem todos os aspectos e benefícios de uma associação, e portanto ganha um lugar bem-merecido nesta lista.

Por uma taxa de inscrição de 30 dólares, um roteirista tem uma chance de pegar uma das 12 vagas disponíveis do Laboratório bi-anual, ministrado pelo próprio Sundance e por um elenco de criativos notáveis. Ex-alunos incluem Darren Aronfsky, e P.T. Anderson, cujo Hard Eight também impressionou os Conselheiros Criativos.

Embora no papel ser mais truncado do que a associação Nicholl, que dura o ano inteiro, e faltar os 30 mil dólares de prêmio em dinheiro do Nicholl, o Laboratório de Roteiristas do Sundance fornece uma experiência de mão na massa com escritores, atores e diretores profissionais que é parecida com a de uma associação. Com uma chance real de ver o seu roteiro ser produzido durante o Laboratório de Diretores, que acontece entre os dois Laboratórios de Roteiristas, você pode encontrar-se esquiando os declives de Park City quando chegar a época de premiações.

Se eles realmente gostarem de seu roteiro e você trabalhar com ética, eles lhe fornecerão mais apoio além do prêmio estipulado pela competição, até inclusive a organização do financiamento, produção e distribuição de seu filme.

 Mickey-Mouse-pencil

Sem dinheiro da Minnie aqui

Em termos de dinheiro desembolsado, a associação de roteirismo da Disney não pode ser superada. Oficialmente denominada The Walt Disney Studios/ABC Entertainment Writing Fellowship, o concurso Mouse and Alphabets concede algumas bolsas de roteirismo para escritores de cinema e televisão a cada ano, no valor de 50 mil dólares, com quatro bolsas de longa-metragem premiadas somente em 2005.

Com este tipo de grana em jogo, a Disney e a ABC esperam algo por seu investimento. Diferente do Sundance e do Nicholl, a associação de roteirismo da Disney exige mudança para Los Angeles, já que os associados participam de um ano de oportunidades de trabalho, orientação e palestras que podem facilmente ser consideradas um trabalho em horário integral.

Devido à carga de trabalho, a Disney/ABC recomenda evitar emprego e cursos fora da bolsa de roteirismo, enquanto ela durar. Para aumentar a atmosfera de trabalho em tempo integral: todos os roteiros que os bolsistas criam durante sua associação torna-se propriedade da Disney e/ou ABC.

Aqueles 50 mil dólares não parecem tão bons no final das contas, não é? Com os preços de aluguel em Los Angeles, vai sobrar dinheiro para você comprar uma lata de feijão cozido por dia (uma alternativa para economizar aluguel: construa um abrigo com todos as versões de seus roteiros anteriores).

Ainda assim, ser um associado da Disney abre portas. Ganhadores das bolsas anteriores encontraram trabalho fixo em LA, incluindo um bando de empregos na TV, em programas tais como Ellen, Buffy – The Vampire Slayer e Judging Amy. Além disso, o Writers Guild of America patrocina o programa, o que significa que você pode acabar bebericando um uísque maltado com os melhores roteiristas da cidade no ultra-exclusivo Saguão de Roteiro Estrela Dourada do Writers Guild (okey, eu inventei toda essa parte do saguão).

Sem taxa de inscrição com que se preocupar, inscrever o seu roteiro neste aqui é dinheiro bem gasto. Apenas certifique-se de que você esteja apto para o sacrifício e o trabalho… cê sabe, tipo o que você vai vivenciar quando for um escritor profissional.

Finalizando

Se você for inscrever o seu roteiro nestas ou em outras associações de roteirismo, lembre-se de uma coisa: ganhar um concurso é somente um dos passos em direção à venda de seu roteiro. Volte aqui pra futuros artigos com alguns dos outros passos, assim como outros textos úteis para escritores, cineastas e viciados em cinema. A Parte 2 dos Melhores Concursos de Roteiro irá tratar de algumas das melhores competições de não-associações. Finalmente, se o seu objetivo definitivo é ganhar dinheiro com concursos de roteiros, compre um bilhete da loteria. Vai levar menos tempo e custar menos dinheiro a longo prazo.

Lista de Concursos do Moviebytes – Uma das mais abrangentes listas de concursos de roteiro. Você não está contente de ter lido este artigo?

roteiro aberto

Num dos comentários, citaram mais três associações de roteirismo, sendo que apenas a seguinte ainda está ativa:

Samuel Goldwyn Writing Awards

Boa escrita hoje, para todos! diddles_45

Anúncios

5 Comentários

  1. Se fosse possível heim Valéria, você reunir todos esses ótimos posts e transformá-los num Manual para Escritor Iniciante, seria formidável!… Mas eu sei que isso implicaria em se envolver nos entraves de direitos autorais e não é caso. Além do mais, time que está ganhando não se mexe, está ótimo nesse formato!… Você está conduzindo muito bem o seu blog, a proposta bacana dele deu certo!

    Comentário por januária — 20/06/2010 @ 20:51

    • Oi, Januária!

      Antes de tudo, obrigadão por sempre acreditar e apoiar tanto o meu trabalho, isso não tem preço! 😀 Eu gostaria sim, de transformar todas as coisas interessantes que eu leio na Internet em livro, mas são tantos autores, e mesmo que fosse só um, o problema dos direitos autorais, como você disse, é muito difícil de se resolver. Eu nem peço a autorização dos autores originais para traduzi-los, eu parto do pressuposto de que se os textos estão aí pra todo mundo ver, eu apenas estou democratizando e divulgando-os ao traduzir para outra língua. Eu achei que alguns autores pudessem não gostar disso, sei lá, tem gente que não gosta que se toque no texto deles, mas até hoje não houve nenhuma reclamação nem pedido para retirar o post do ar (ainda bem!!). A solução seria eu fazer como muitos autores fazem: reorganizar, reescrever e resumir toda a informação com minhas próprias palavras, e então publicar um livro em meu nome. Eu até pensei em fazer isso, mas não seria agora, estou com meio sem tempo e sem ânimo pra esta tarefa. Vou ficando só com o blog mesmo, por hora! E é muito mais divertido, porque a gente pode trocar ideias, né? 😉

      Um beijo grande, Januária, valeu mesmo pela visita!! :mrgreen:
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 21/06/2010 @ 08:56

  2. Por nada Valéria!… Você está simplesmente expandindo os textos dessas pessoas a um público que nunca teria acesso a eles, por ser voltado demais aos profissionais da área e como você mesma falou, democratiza essas informações, coloca acessível àqueles que gostam do assunto roteirismo, mas por desconhecimento não acessam… Além do mais, você põe o devido créditos aos autores, oposto de muitos por ai que ajem de forma não anti-profissional, roubando as idéias alheias…

    Quanto a essa falta de ânimo e tempo para escrever um livro, tenha certeza, você vai conseguir vencer mais esse desafio e pôr seu projeto na rua sim!…

    Comentário por januária — 21/06/2010 @ 22:51

  3. Daqueles que eu gosto! (e as vezes ainda peço! rs) 🙂
    Obrigado Valéria!

    Luis Gustavo

    Comentário por Luis Gustavo — 29/06/2010 @ 22:49

    • OOOOOIIIII, Luis Gustavo, é um grande prazer vê-lo aqui de volta! 🙂

      Eu ainda estou lhe devendo mais dois textos bem interessantes sobre concursos que eu encontrei, um sobre os melhores concursos (além desses de associações), e outro sobre o que fazer depois de se ganhar um concurso (esse já está traduzido pela metade, devo postar amanhã!). Eu quero mais é que você peça mais, pode mandar ver, é um prazer enorme postar textos pra você!! 😀 😉 Eu faço esse trabalho com muita alegria e carinho!

      Um super abraço, Luis Gustavo, e disponha sempre, sempre mesmo, tô falando sério!! 😀 😀 😀
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 30/06/2010 @ 12:06


RSS feed for comments on this post.

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: