Dicas de Roteiro

22/05/2010

Fortaleça o Seu Vilão

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 15:34
Tags: , ,

O artigo de hoje foi tirado do site Fiction Notes, e escrito por Darcy Pattison:

Vader

O seu vilão pode ser fortalecido de várias maneiras. Espere. Você TEM um vilão, não tem?

Você precisa de um vilão?

Uma pergunta que eu ouço com frequência é: “Eu realmente preciso de um antagonista/vilão?”. Geralmente estes escritores têm um personagem principal lutando contra algo como uma tempestade, ou um império do mal, ou algo mais abstrato. Nestes casos, não, você não tem de ter um vilão; mas se você puder personificar o mal dessa oposição abstrata em um personagem, você terá uma história mais forte.

Crie uma única tempestade ou dê ao leitor um general militar para odiar (pense em Darth Vader). A sua história ficará mais forte com um forte antagonista, porque vai concentrar os esforços do personagem principal. Vamos supor que você tenha um bom vilão e que na próxima revisão você queira fortalecê-lo. Em geral, você vai querer olhar para o que você já fez, e empurrá-lo para um nível mais intenso. Como os vilões são um tipo diferente de personagem, existem alguns clichês que funcionam ao criá-los. Certifique-se de trabalhar contra esses clichês e fazer o seu vilão novo e interessante.

APARÊNCIA FÍSICA – Duas opções:

1. FEIA – A sua feiúra exterior reflete a sua natureza interna maléfica.

  • mãos e roupas sujas
  • olhos pálidos, triste, cadavérico, sinistro, frio como pedra, em chamas, misterioso, tacanho, inclinado, velado, vigarista, estranho, horrível, ardente de paixão, sagaz, penetrante, tenebroso, atrevido, brilhante, sombrio
  • respiração fétida
  • voz aguda, cruel, pensativa, severa, frequentemente chega ao falsete
  • deformado de alguma forma – corcunda, faltando uma perna (Long John Silver), cicatrizes
  • carnudo ou gordo por excesso de indulgência ou desejos carnais
  • mãos curtas e dedos atarracados, gordos/carnudos, grandes, brancos, implacáveis, unhas afiadas, pêlos nas palmas das mãos
  • pêlos faciais – suíças excêntricas, bigodes cruéis
  • ossudo
  • pele pálida, bronzeado em excesso
  • fisicamente forte, forte – mas não inteligente
  • ri feito uma hiena, ri em ocasiões estranhas

2. LINDA – O seu exterior contrasta com a sua natureza interna maléfica

  • movimentos graciosos, feito gato
  • inteligente – um inimigo digno
  • sexy
  • tipo herói, frequentemente tenta imitar um herói, um rei, um guerreiro antigo etc.
  • voz melodiosa, rouca, sexy
  • cabelos bastos, belos, longos
  • roupas e acessórios – esplendidamente guarnecido, gosto impecável para roupas, aparência arrojada

QUALIDADES DE CARÁTER

Estas são algumas das qualidades de caráter a levar em consideração no momento em que você definir o seu vilão:

  • Todos os vilões devem desfrutar de sua vilania.
  • Cruéis
  • Conhecido pela reputação de crimes do passado/cadáveres do passado
  • Coloca as outras pessoas em posição de fracassar, e então as pune quando elas de fato falham
  • Vingança
  • Sem piedade
  • Traiçoeiro – sem lealdade. Insinua-se em cargos de confiança, e então trai.
  • Ardiloso, astuto, conivente
  • Bully – abuso físico e mental
  • Infância – instável, frustrado, infeliz, reformatório
  • Carisma – fascina os fracos (geralmente do sexo feminino)
  • Implacável – faz do seu próprio jeito, custe o que custar
  • Ambições frustradas
  • Sagaz, tino para os negócios
  • Linguagem obscena

OUTRAS CARACTERÍSTICAS

  • Muitas vezes é estrangeiro ou de um grupo étnico diferente. (Não é politicamente correto nos dias de hoje, claro, mas ainda é feito com frequência).
  • Geralmente veste preto. (Outra noção politicamente incorreta, mas a cor pode ser útil para designar grupos. Poderia também utilizar algum outro rótulo visual, por exemplo, sinais de gangue, tatuagens etc.).
  • Ferramentas/Casa – frequentemente estas são sinistras. Em outras palavras, faça o cenário repercutir sua vilania.
  • Como este personagem é maior-do-que a-vida? O que ele(a) faz, diz, ou pensa que chocaria completamente até eles mesmos?

MOTIVAÇÕES

Aprofunde as motivações e as emoções de seu personagem levando em consideração o seguinte:

  • Dê ao vilão um conflito interior. O que ele mais quer? Qual é o oposto disso? Como poderia o personagem querer ambos ao mesmo tempo?
  • Aumente as apostas. Mesmo os vilões podem ter as apostas aumentadas! O que poderia acontecer para fazer o objetivo do vilão importar ainda mais?
  • Você planejou o vilão? O arco do personagem? Geralmente o arco do personagem do vilão acaba em tragédia (ele/a é derrotado/a!). Você mostra, ao invés de contar, as emoções do seu vilão no clímax?

Foto de Família Vilã_por HisietariBons vilões para você hoje!! 😉

Anúncios

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: