Dicas de Roteiro

05/04/2010

A Diferença Entre Ficção Científica e Fantasia

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 10:46
Tags: , ,

Este artigo foi retirado do site Helium, e foi escrito por Robert Lambert:

I_Am_Not_Here

Antes de analisar as diferenças e similaridades entre estes gêneros, deixe-nos primeiro reconhecer a imensa quantidade de variedade em ambos. A fantasia não está limitada a Tolkien, nem a ficção científica à Jornada Nas Estrelas. Histórias de fantasia podem existir sem mágica ou elfos, e ficção científica pode existir sem viagem espacial ou alienígenas. Se fôssemos responder a esta questão, precisaríamos considerar o que são estes gêneros em seus âmagos, ao invés de olhar para os estereótipos.

Ficção científica talvez seja a mais simples das duas para se decifrar. Ela começou como uma “ficção especulativa”, ou seja, uma ficção que especula sobre como o futuro poderá ser. Isto tende a se concentrar em tecnologia avançada, ou nos efeitos que essa tecnologia avançada tem sobre o modo que vivemos. Uma história localizada no presente onde alienígenas vêm à Terra também seria considerada ficção científica apesar de não ser sobre o futuro, pois ainda envolve tecnologia avançada porque os alienígenas necessitariam dela para alcançar a Terra. Portanto, sci-fi pode ser categorizada em termos gerais como um gênero que retrata uma tecnologia que não existe na ocasião da escrita.

jetpacks jet-pack

Duelo de jetpacks

Tipicamente, isto é limitado aos grandes avanços sobre a tecnologia presente, ao invés dos simples incrementos. Em um filme de James Bond, por exemplo, o vilão pode ter um implausível laser poderoso, ou o próprio Bond pode ter um jetpack, mas estes filmes geralmente não são vistos como sci-fi. Estas armas apocalípticas e equipamentos modernos podem, entretanto, ser considerados elementos de ficção científica.

Como a ficção científica, a fantasia retrata coisas que não são parte da existência normal, mas, diferente da ficção científica, ela não se foca em tecnologia. Habilidades mágicas, criaturas estranhas e mundos diferentes são características comuns na fantasia. É tentador dizer que a distinção entre as duas é que a ficção científica explica as coisas cientificamente, enquanto a fantasia não explica nada; mas isto não é muito acurado. A maioria das ficções científicas faz pouco ou nada para explicar a sua tecnologia. Simplesmente tem a aparência de ser mais científica porque é feita de metal, plástico e luzes piscantes ao invés de runas brilhantes e encantamentos. Se os autores de sci-fi realmente entendessem como suas tecnologias funcionam, então nós estaríamos usando essas tecnologias no mundo real ao invés de estar apenas lendo sobre elas.

Além do mais, algumas fantasias realmente fazem uma tentativa de explicar sua mágica. Podem existir energias mágicas na natureza que podem ser influenciadas pelo campo elétrico de nosso cérebro, por exemplo. Isto dificilmente é uma explicação científica, claro, mas ainda é mais explicação do que temos para o motor de dobra de Guerra Nas Estrelas.

E mesmo assim o primeiro ainda é fantasia e o último ficção científica. Nós apenas supomos que o motor de dobra funciona cientificamente. Então podemos dizer que as leis da física nas ficções científicas estão geralmente mais perto daquelas do mundo real, enquanto a física da fantasia pode ter de incluir muitas novas leis para lidar com espíritos, energias mágicas e coisas do tipo.

Ambas frequentemente incluem outras raças inteligentes além dos (ou, às vezes, ao invés dos) humanos, assim como elfos e anões para a fantasia, e vários alienígenas para a ficção científica. Enquanto aqueles da fantasia são mais prováveis de ter habilidades sobre-humanas ou sobrenaturais do que os da ficção científica, eles não são necessariamente diferentes. Vulcanos, por exemplo, são elfos de várias maneiras, tanto em sua aparência física quanto em atitude. Eles são até telepatas. Se pessoas como estas são consideradas como uma raça fantástica ou como uma espécie alienígena depende basicamente do cenário. Se os Klingons fossem colocados em uma história com os estratagemas comuns da fantasia, eles poderiam ser considerados parecidos com anões ou orcs.

Dado que a fantasia parece ser muito mais ampla do que a ficção científica, eu deveria considerar a última um sub-gênero da primeira. Fantasia lida em geral com coisas que não existem ou não podem existir em nosso mundo, enquanto ficção científica é especificamente sobre tecnologia que não existe. Isto pode ajudar a explicar a facilidade com que os gêneros se misturam. Ficção científica já é uma parte da fantasia, então incorporar mais elementos tradicionais da fantasia em uma história de sci-fi é perfeitamente natural. Elas são mais semelhantes do que diferentes.

extra2

Boa escrita para você hoje (e não esqueça de escrever TODO DIA!! ;-)). Até amanhã!!

Anúncios

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: