Dicas de Roteiro

19/03/2010

Diretrizes gerais

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 13:02
Tags: ,

Mais um artigo do site The Screenwriters Homepage escrito por Brad Mirman. O artigo chama-se Algumas Diretrizes (Some Guidelines):

Renaud, Brad Mirman, Gerard Depardieu, Johnny Hallyday no set de Procurados (Crime Spree, 2003)

Eu tenho recebido um monte de correspondência ultimamente, me perguntando basicamente as mesmas questões. Então eu pensei em passar a limpo uma lista das coisas que eu faço quando escrevo. Lembre-se, por favor, de que estas são as coisas que eu faço quando escrevo — são as coisas que funcionam para mim. Em geral, elas deveriam funcionar para você do mesmo jeito. Enquanto você escreve, ou após ter terminado, você deve repassar esta lista toda. Use-a como uma lista de verificação para ver se você já fez o que havia se proposto a fazer.

A lista é bem básica, mas eu acho que ela cobre muitos dos pontos fundamentais da escrita de um roteiro bem estruturado. Além disso, a lista é orientada mais para aqueles que escrevem obras de drama, suspense e ação, mas a maior parte dela também funciona para todos os tipos de gêneros.

Para os escritores mais profissionais, uma lista como esta é uma segunda natureza. Não importa se eles sabem isso consciente ou subconscientemente — eles apenas sabem. Quando você estiver repassando a lista, pare um momento e pergunte-se se você já fez aquilo que tinha decidido fazer. Se não fez, pergunte-se o por quê. Em todo roteiro que eu escrevo, e em todo bom roteiro que eu já li, estes pontos estão lá. É isso o que faz deles bons roteiros.

♦→ Comece a escrever.

♦→ Comece com um estrondo. Prenda o público logo de cara.

♦→ Sempre dê 100%.

♦→ Saiba para onde você está indo antes de começar.

♦→ Não escreva o que é superficial e óbvio. Escreva o que está dentro de você.

♦→ Crie conflito.

♦→ Faça-o interessante.

♦→ Se você estiver escrevendo sobre um mundo que não conhece, faça pesquisa.

♦→ Saiba o que motiva o protagonista.

♦→ Nunca deixe o público tomar a dianteira de sua história.

♦→ Enganche uma cena na próxima.

♦→ Apresente cedo uma parte da história pregressa.

♦→ Fique com o seu protagonista o máximo possível.

♦→ Não existem cenas pequenas.

♦→ Se você plantar alguma coisa, finalize-a mais tarde.

♦→ Construa tensão em direção à solução.

♦→ Faça do seu protagonista alguém com quem o público possa se identificar.

♦→ Mantenha o ritmo movimentado.

♦→ Encontre novas maneiras de dizer a mesma coisa.

♦→ Dê uma virada na história — e então dê outra virada nela de novo.

♦→ Encontre algo interessante em cada personagem.

♦→ Se você começar uma contagem regressiva, mantenha-a contando (N.T.: fazendo tique-taque).

♦→ Nunca tente enganar o público.

♦→ Defina objetivos para o seu protagonista e torne-os difíceis de alcançar.

♦→ Faça as suas explicações serem verossímeis.

♦→ Não fale sobre isso. Escreva!

♦→ Quando você tiver terminado, pare de escrever.

É isso. Boa escrita para você e até amanhã!

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: