Dicas de Roteiro

11/03/2010

Por Que Você Quer Escrever Roteiros?

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 10:00
Tags: ,

Hoje estou postando a tradução de um artigo chamado “Antes de Você Começar”, de Brad Mirman, tirado do site The Screenwriters Homepage:

André Gide disse uma vez, “Se um jovem escritor pode abster-se de escrever, ele não deveria hesitar de fazê-lo”. Palavras de sabedoria. Por quê? Se você vai ser um roteirista, já deveria saber a resposta desta pergunta. Se você não sabe, pergunte a si mesmo por que você quer escrever.

Você sabe? Você alguma vez já se perguntou o por quê? Se você não perguntou, faça isso agora. Vá em frente. Eu espero…

Okey, o que lhe veio à mente? Se você vier com respostas como…

DINHEIRO. Esqueça. Um artigo recente do Jornal do WGA (Writer’s Guild of America) declarou que escritores como eu e outros na ativa são 1% do topo de todos os membros da associação. O escritor médio ganha 50.000 dólares por ano. De fato, estatisticamente, você tem melhores chances de se tornar um milionário jogando na loteria do que escrevendo roteiros. Nos últimos dez anos a loteria fez 1.333 ganharem mais de um milhão de dólares.

Do lado oposto, apenas 258 escritores (dentre uns 8.600 membros da associação) fizeram um milhão de dólares ou mais no mesmo período de dez anos. Escrever roteiros como meio de segurança financeira é como apostar num cavalo de três pernas numa corrida do Kentucky Derby.

Ainda está lendo? Ainda não se mandou para uma página de relacionamentos? Isto é bom.

RESPEITO DA INDÚSTRIA. Rá! Me dê licença um momento enquanto eu estouro a minha barriga de tanto rir. Dentro da hierarquia de Hollywood um escritor recebe o mesmo respeito que uma testemunha de Jeová com mau hálito. Após você entregar o seu roteiro, você é tão benvindo quanto um leproso.

FAMA. Aguenta aí, que eu estou rindo de novo. Pense em alguns de seus filmes favoritos. Pense em quem estrelou neles. Pense em quem os dirigiu. Agora pense no nome do escritor. Entende o que digo? Escrever roteiros e fama não andam juntos. Você quer ser famoso? Vá aparecer na TV. Veja o que isto fez por Kato Kaelin. Este é um cara que nunca fez nada. Um hóspede profissional. Ele põe a sua caneca na TV e pronto. Ele está famoso.

Falando genericamente, escritores não são famosos. Bem, digamos que você realmente consiga abrir caminho e se torne um roteirista de sucesso — você pode ter uma casa e um carro legais — mas ainda assim terá de esperar na fila do restaurante da moda com todos os outros manés, porque ninguém sabe quem você é.

Ainda está aí? Okey, você é mais durão do que eu pensava.

VIVER O SONHO HOLLYWOODIANO. Alguém, por favor, poderia me dizer que diabos é isto? Eu nasci e cresci em Hollywood e não tenho nenhuma ideia do que isto seja.

EU ACHO QUE POSSO FAZER ISTO! Desculpe, mas não é o suficiente. É bom mesmo que você saiba que pode fazer isto. Quase todos os escritores na ativa que eu conheci tinham aquela confiança e crença em si mesmos que gritava “Eu não serei rejeitado!”. É como se alguma voz interna dissesse a eles que foi para fazer isto que eles foram postos no mundo.

Se você se pega perguntando coisas tais como: “Eu meio que sei o que eu quero escrever, mas não sei como executar isso.” Ou “Alguma coisa está errada com o roteiro, mas eu não sei como consertá-lo.” Talvez escrever roteiros não seja para você, mas não se desespere, você pode ter um futuro muito brilhante como executivo de estúdio. Estou só brincando, leva tempo para se aprender como escrever.

Tudo bem, você descobriu a resposta para a pergunta que vale 64 mil dólares? Por que você quer ser um roteirista? Por que você quer aguentar toda a insanidade que acompanha o trabalho e o negócio? Por quê? Você disse que é “Porque eu não consigo imaginar a vida sem escrever?”

BINGO!

Escrever não é uma coisa que você queira fazer — é uma coisa que você tem de fazer. Quando você pensa nas chances contra você ser bem-sucedido, apenas uma coisa irá lhe empurrar para frente: PAIXÃO. Não sonhos de fama e riqueza.

Faça isto porque você ama. Esta é a única razão para fazê-lo.

Se eu não lhe desencorajei muito e você ainda acha que tem o que é preciso,… seja benvindo ao hospício… e continue lendo…

Brad

Boa escrita hoje, y hasta manãna!

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: