Dicas de Roteiro

15/01/2010

Reality Shows

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 15:10

“Me dê meu Reality Show!”

Muita gente pensa que num reality show tudo é realidade. Por mais que seus defensores digam que não há edição favorecendo um ou outro participante, isso tudo é balela. Bem antes do surgimento destes programas já havia a polêmica se um filme documentário representava a realidade ou não. Muitos argumentam que não, porque o próprio diretor, ao colocar a câmera em determinado lugar, ao entrevistar apenas determinadas pessoas, ao editar as cenas e escolher umas em detrimento de outras, já estaria colocando e defendendo seu ponto de vista através destas ferramentas cinematográficas. Até a escolha da música para determinada cena tem um impacto positivo ou negativo no que está sendo mostrado. Por exemplo: Você está fazendo um documentário sobre a miséria do país. Quando mostra os miseráveis, coloca uma música triste, pungente. Quando mostra os políticos mostrando ou dizendo o que estão fazendo para melhorar, você coloca uma música irônica de pano de fundo. O resultado é que você está do lado de um e criticando o outro, não há imparcialidade. Se você trocasse as músicas de fundo o resultado final seria completamente diferente. Tudo em cinema, TV e na mídia em geral é manipulável, nem mesmo o jornal é imparcial. Um colega da faculdade de cinema (que também se formou em jornalismo) arranjou um trabalho em um pequeno jornal. Ele saiu do emprego em pouco tempo porque ele não podia escrever o que queria, ou o que ele considerava a verdade; ele tinha de escrever o que combinasse com a opinião do dono do jornal. Ele não suportou a manipulação e se demitiu, enojado. Tanto que desistiu da profissão.

No caso de um documentário, não há porque se indignar. Um cineasta tem o direito de expressar sua opinião e fazer um filme mostrando tudo o que puder, da maneira que puder, para defender seu ponto de vista. Mas sempre com bom-senso. Manipular demais as emoções do espectador, pode lhe render processos civis nas costas. Demonizar demais uma pessoa e acusá-la de canalha ou criminosa sem provas, é querer puxar briga. Isto serve para o cineasta e para o roteirista, afinal de contas, documentários também possuem roteiristas. Mas você não fará um roteiro como para uma ficção. O roteiro de um documentário é mais um guia de quem vocês devem entrevistar, as perguntas que devem ser feitas (o roteirista deve fazer uma pesquisa profunda sobre o assunto para isto) e do texto do narrador, na montagem final. Os maiores “roteiristas” de um documentário são o diretor e o editor. Eles é que vão montar a história na sala de edição. Mas o roteirista pode ser de grande ajuda se acompanhar as filmagens com a equipe, dando novas ideias de como encaixar os temas uns nos outros, costurados pelo texto de uma boa narração.

Voltando aos Reality Shows, a maioria segue o mesmo padrão dos documentários e é “escrita” pelo diretor e pelos editores, na sala de edição. Porém, existem programas que realmente têm roteiristas. Nos EUA existe uma infinidade desses programas, dos mais diversos tipos. Um que eu me lembro é Os Osbournes (The Osbournes – 2002-2005). Os créditos passavam tão rápido no final que nem dava para ler, mas eu gravei alguns e vi que havia roteiristas em cada episódio! A maioria era escrita pelos próprios membros da família, eles criavam as situações e confusões em que se meteriam naquele capítulo. Não dá pra botar a mão no fogo em nada que apareça na mídia, pessoal! Roteiristas para Reality Shows praticamente não são divulgados, para que o público continue com a ilusão de estar assistindo à realidade. Porém, se você tiver a idéia para um programa deste tipo que seja original, faça o roteiro de alguns episódios, registre-os e mande para as TVs. Pode ser que seja um sucesso! Só não se esqueça de escrever algo que de fato pareça real! (Depois que tanta gente acreditou que Bruxa de Blair era um documentário de verdade, não há mais limites para nossa imaginação!).

Muita gente se diverte com este tipo de programa, é um campo muito fértil para os escritores!

Boa sorte e boa escrita para você!

Anúncios

4 Comentários

  1. tem algum modelo de edicao de historia de um reality? alguma estrutura? por favor se pudesse me ajudar

    Comentário por enio — 18/04/2010 @ 23:33

    • Olá, Enio! Seja benvindo!! 😀

      Olha só que coincidência: anteontem a Januária me perguntou se eu sabia como registrar programas de games para a TV. Ao pesquisar, eu topei exatamente com um texto bacana sobre como escrever ideias de reality shows e registrá-las! Eu vou traduzi-lo para você ainda esta semana (promessa é dívida!!), mas antes preciso postar o texto para ela. É só continuar acompanhando o bloguinho que em muito breve você terá a sua resposta! 😀

      Um grande abraço, Enio, e até logo!
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 19/04/2010 @ 09:15

      • Boa tarde, você conseguiu esse texto sobre escrever idéias de reality shows e registrá-las? Estou com uma idéia para reality show e quero colocar em prática, mas antes, registrá-lo, é claro…
        Valeu a força

        Comentário por Ricardo — 21/06/2010 @ 12:33

  2. Olá, Ricardo, seja benvindo!

    Dê uma olhada no Índice de posts, fica na coluna aí à direita da página, abaixo do título “Biblioteca”. Nos dias 15, 16, 17 e 18 de abril/2010 temos posts específicos sobre reality shows, e nos dias 19 e 20 falamos sobre programas de jogos, que também têm muito a ver. Qualquer dúvida ou sugestão de tema para futuros posts, é só falar!

    Um grande abraço, Ricardo, e muito sucesso para a sua ideia!
    Valéria Olivetti

    Comentário por valeriaolivetti — 21/06/2010 @ 17:41


RSS feed for comments on this post.

%d blogueiros gostam disto: