Dicas de Roteiro

31/12/2009

Os Oito Heróis Arquetípicos

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 10:40

Continuando o artigo de Tami Cowden, Personagens que Repercutem nos Leitores:

O CHEFE: Um líder dinâmico, ele não tem tempo para nada além de trabalhar. Ele pode ter nascido para liderar, ou talvez ele tenha conquistado seu lugar até o topo, mas de qualquer modo, ele é durão, decidido e determinado a conquistar suas metas. Isso significa que ele também é um pouco dominador, arrogante e inflexível. Pense em Yun-Fat Chow em Anna e o Rei (Anna and the King, 1999), Harrison Ford em Sabrina (Sabrina, 1995), ou Marlon Brando em  O Poderoso Chefão (The Godfather, 1972).

O BAD BOY: Perigoso, ele gosta de viver selvagemente. Este é o rebelde, o garoto do lado pobre da cidade. Ele é amargo e inconstante, um idealista oprimido, mas também é carismático e sabe sobreviver nas ruas. Pense em James Dean em Juventude Transviada (Rebel Without a Cause, 1955), Matt Damon em Gênio Indomável (Good Will Hunting, 1997), Patrick Swayze em Dirty Dancing – Ritmo Quente (Dirty Dancing, 1987), Kurt Russell em Fuga de Nova York (Escape From New York, 1981).

O MELHOR AMIGO: Doce e digno de confiança, ele nunca deixa ninguém na mão. Ele é gentil, responsável, decente, um Sr. Cara Legal comum. Este homem não gosta de confrontos e pode ocasionalmente ser indeciso porque ele não quer ferir os sentimentos de ninguém. Mas ele sempre estará lá para quem contar com ele. Pense em Jimmy Stewart em A Felicidade Não Se Compra (It’s a Wonderful Life, 1946), Adam Sandler em Afinado No Amor (The Wedding Singer, 1998), Hugh Grant em Quatro Casamentos e Um Funeral (Four Weddings and a Funeral, 1994), Kevin Spacey em Beleza Americana (American Beauty, 1999).

O ENCANTADOR: Mais que um gigolô, ele cria fantasias. Ele é divertido, irresistível, um manipulador afável, mas não muito responsável nem confiável. Ele pode ser um playboy ou um malandro, e não se compromete facilmente com uma mulher. Pense em Leonardo DiCaprio em Titanic (Titanic, 1997), James Garner & Mel Gibson em Maverick (Maverick, 1994), Don Johnson na série Nash Bridges (Nash Bridges, 1996 – 2001), Dustin Hoffman em Perdidos Na Noite (Midnight Cowboy, 1969).

A ALMA PERDIDA: Um ser sensitivo, ele compreende as coisas. Torturado, reservado, meditativo, e rancoroso. Assim é este homem. Mas ele também é vulnerável. Ele pode ser um viajante ou um pária. No trabalho ele é criativo, mas provavelmente também um solitário. Pense em Shrek em Shrek (Shrek, 2001), Mel Gibson em Máquina Mortífera (Lethal Weapon, 1987), David Duchovny na série Arquivo X (The X-Files, 1993-2002), a Fera em A Bela e a Fera (Beauty and the Beast, 1991).

O PROFESSOR: Analista frio, ele sabe a resposta. Ele é lógico, introvertido e inflexível, mas verdadeiro em seus sentimentos. No trabalho ele gosta de fatos duros e frios, mas ele também é honesto e fiel e não deixará você na mão. Pense em Leonard Nimoy na série Jornada Nas Estrelas (Star Trek, 1966-1969), Robin Williams em Flubber – Uma Invenção Desmiolada (Flubber, 1997), Kelsey Grammer na série Frasier (Frasier, 1993-2004), Russell Crowe em Uma Mente Brilhante (A Beautiful Mind, 2001).

O VALENTÃO: O Sr. Agitação é um aventureiro. Este cara é ação, ação e mais ação. Ele é audacioso e fisicamente ativo. Corajoso, ele é um atrevido ou um explorador. Ele necessita de excitações e calafrios para manter-se feliz. Pense em Antonio Banderas em A Máscara do Zorro (The Mask of Zorro, 1998), Michael Douglas em Tudo Por Uma Esmeralda (Romancing the Stone, 1984), Harrison Ford em Indiana Jones e os Caçadores da Arca Perdida (Raiders of the Lost Ark, 1981).

O GUERREIRO: Um nobre campeão, ele age com honra. Este homem é ou o salvador relutante ou o cavaleiro na armadura brilhante. Ele é nobre, persistente, incansável, e sempre defende os oprimidos. Para quem precisa de um protetor, ele é o cara. Ele não se rende às regras e nem concorda com algo só para se dar bem com as pessoas. Pense em Tom Hanks em Estrada Para Perdição (The Road To Perdition, 2001), Clint Eastwood em Perseguidor Implacável (Dirty Harry, 1971), Russell Crowe em Gladiador (Gladiator, 2000), Mel Gibson em Coração Valente (Braveheart, 1995), Tobey Maguire em Homem-Aranha (Spider-Man, 2002).

Amanhã falaremos sobre os arquétipos de heroínas. Desejo-lhe um excelente Ano Novo e um 2010 repleto de roteiros interessantes em seu currículo!

Até o ano que vem e uma boa festa pra você!

Anúncios

2 Comentários

  1. Excelentes seus artigos! Procuro arquetipos de vilão para um romance que estou escrevendo. Se tiver algum material que facilite meu trabalho e desejarr enviar, desde já sou-lhe muito grato.
    Seja sempre feliz, abraços
    Joao

    Comentário por joao carlos marcuschi — 16/05/2010 @ 17:38

    • Olá, João Carlos, seja benvindo!

      Que bom que esteja gostando dos textos que eu escolho, fico super feliz!! Eu vou procurar algo mais sobre arquétipos pra você. Uma pena é a situação do mercado editorial brasileiro, pois tem um livro ótimo já traduzido para o português, mas já esgotado na editora, e que não tiveram interesse em reeditá-lo, que se chama A Jornada do Escritor – Estruturas míticas para contadores de histórias e roteiristas, de Christopher Vogler. Você pode encontrar alguns exemplares no sebo (mas estão o olho da cara!). De qualquer forma, vou procurar mais textos sobre arquétipos, eles são sempre interessantes!
      (P.S.: Você já deu uma olhada nos posts dos dias 2 e 3 de janeiro: Os Oito Arquétipos de Vilões, e os Os Oito Arquétipos de Vilãs? Podem ajudá-lo a começar!).

      Um grande abraço, João, e muita felicidade pra você também!! 😀
      Valéria Olivetti

      Comentário por valeriaolivetti — 17/05/2010 @ 09:52


RSS feed for comments on this post.

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: