Dicas de Roteiro

21/12/2009

Autoconfiança

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 11:24

Terry Rossio começou a escrever roteiros aos 21 anos com seu parceiro Ted Elliot. Eles já venderam vários trabalhos, mas o mais famoso foi a trilogia Piratas do Caribe. Numa entrevista Rossio descreve como eles começaram:

Entrevistador: A autoconfiança é mais importante ou tão importante quanto o talento?

Terry Rossio: Autoconfiança é uma coisa realmente incrível e maravilhosa. A grande vantagem que as pessoas com autoconfiança têm é o absoluto número de batalhas que elas conseguem evitar, o número de problemas e questões incapacitantes que elas nunca nem terão que encarar. É tanto tempo e energia  que elas não precisam perder, que as deixa melhor capacitadas para focalizar nos problemas reais em mãos – como descobrir como escrever bem. Elas focalizam nos demônios reais de escrever e filmar, ao invés dos demônios pessoais da insegurança. Autoconfiaça real (não autoconfiança em excesso) é um bem que ninguém parece ter o suficiente.

Tendo dito isso, eu diria que há muito pouca conecção de causa entre autoconfiança e sucesso, porque quase toda pessoa bem-sucedida que eu conheço tem uma dose saudável de insegurança, ou ao menos tinha quando estava apenas começando. Exemplo característico: Quando Ted e eu estávamos começando, nós escrevemos o equivalente a doze roteiros de longa-metragem, sem submeter nada a ninguém. (Eu digo o equivalente porque eu estou juntando longas, séries cômicas de meia hora, episódios de uma hora, curta-metragens etc. E isso não conta inumeráveis sinopses e tratamentos e projetos abandonados!). Quando finalmente tínhamos um roteiro no qual acreditávamos, quando o colocamos no mercado, o nível de qualidade era alto o suficiente para fazer estardalhaço, e nós nos tornamos os populares do momento.

Isso mostrou ser uma bem efetiva estratégia de marketing. Nós realmente conseguimos transformar nossa falta de contatos numa vantagem – ninguém sabia quem éramos, não tínhamos nenhuma relação com a indústria, e muitas pessoas queriam tirar vantagem disso. Desde então eu descobri que escrever tantos roteiros sem enviá-los é uma coisa bem rara, mas para nós fez sentido. Esta estratégia foi devido a uma incrível percepção, inteligência brilhante e esperteza? De modo algum. Nós éramos incrivelmente inseguros, descrentes que nosso próprio trabalho fosse de uma qualidade alta o bastante para ser mostrado.

Boa escrita pra você!

Anúncios

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: