Dicas de Roteiro

07/12/2009

Como sobreviver em um filme de terror – Parte 2

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 10:30

Hoje continuamos com nossa lista de clichês de filmes de terror. Como disse ontem, clichês devem ser evitados por roteiristas a todo custo, mas existe o lado bom do clichê. Você pode usá-lo para surpreender o público. Quando você constrói uma cena com todos os elementos de um clichê, o público irá esperar um desfecho previsível. Use essa predisposição da platéia para subverter o clichê colocando elementos originais e inesperados no final da cena, isso reverterá o tedioso clichê para um bom susto.

Como sobreviver em um filme de terror – Parte 2

11-Não seja muquirana. Compre um carro novo. Não tem dinheiro para carro novo? Mantenha o velho com a revisão em dia. Os carros sempre irão falhar quando você mais precisa deles. Se você tem um carro velho que não pega no frio, desista. Ande a pé. Correr do monstro vai lhe garantir mais chances de sobrevivência do que ficar tentando dar partida na sua lata velha.

12- Faça dieta e exercícios físicos diariamente. Principalmente corrida. Um bom corredor tem chance de ganhar maratonas e campeonatos e ainda deixar toda a galera para trás, servindo de repasto para os zumbis ou monstros. Corra todos os dias como se sua vida dependesse disso. Um dia pode realmente depender (desde que você não tropece várias vezes no próprio pé).

13-Se você estiver viajando com uma galera e coisas estranhas começarem a acontecer, não diga: “Vamos nos dividir para investigar.” Nunca, jamais, divida um grupo unido para investigar um barulho estranho ou a demora de alguém no banheiro (mesmo que a comida da lanchonete de beira de estrada tenha sido das piores). É melhor unir a turma e todo mundo ir bater na porta do indivíduo com caganeira. Ele pode estar todo cagado… e morto. Ou vivo. Neste caso vocês apenas irão descobrir a fonte de todos aqueles barulhos estranhos.

14-Proteja-se andando em grupo. Um grupo grande tem maiores chances numa luta e, se você tiver que fugir, tem sempre um idiota que fica olhando embasbacado para o monstro sem conseguir se mexer, o que vai distraí-lo tempo suficiente para você e os outros darem o fora. O único problema de um grupo é que geralmente tem um intruso, ou espião, ou contaminado ou espírito de porco que não vai com a sua cara e irá querer eliminá-lo atacando-o pelas costas quando você estiver desprevenido pensando que está seguro no grupo. Por isso…

15-Proteja-se andando sozinho. Um indivíduo solitário tem mais chances de sobreviver se escondendo. Além do mais tem sempre uns histéricos em grupos que adoram dar chilique na hora em que vocês topam com o monstro dormindo. E é virtualmente impossível você calar a boca dessas criaturas sem senso.

16-Um amigo da onça lhe deu de presente a boneca mais feia e sinistra do universo. Se você colocá-la no armário e ela aparecer sobre sua cama ou em qualquer outro lugar, não hesite: corte-a em pedacinhos e queime-a. Se ela aparenta estar sempre no lugar em que você a colocou mas coisas estranhas passarem a acontecer como, por exemplo, você encontra suas chaves dentro do liquidificador, ou sua carteira dentro do forno, ou seus sapatos na máquina de lavar louças, queime a boneca imediatamente, mesmo não tendo provas de que foi ela. Pensando bem, queime-a mesmo que nada aconteça. Ninguém merece ficar olhando para uma boneca feia.

17-Pense na sua saúde. O Ministério da Saúde adverte: “Monstros e psicopatas têm um severo código de conduta, eles sempre irão lhe matar primeiro se você beber, fumar, usar drogas ou fizer sexo antes do casamento.” Evite essas coisas a todo custo. O lado bom é que você vai evitar, além do psicopata, aquela barriguinha de chop (ou de gravidez, se for mulher), uma overdose e um câncer de pulmão.

18-Não tenha gatos em casa. Eles são responsáveis por 9 em cada 10 sustos idiotas em filmes de terror, sempre pulando de armários e fazendo barulho quando não devem. Além do mais, eles serão sempre as primeiras vítimas do psicopata. Por isso livre-se deles mesmo que seu gato seja super-extra-fofo como este abaixo. Senão vai dar um trabalhão limpar as tripas dele de cima de sua cama.

19-Jamais diga “Voltarei  logo”. Com certeza você não voltará. Estas são as últimas palavras de centenas de personagens corajosos porque psicopatas odeiam ouvir isso. Quando crianças, eles devem ter escutado: “Jason, filhote lindo da mamãe, eu e seu papai, seus irmãozinhos e o papagaio vamos comprar cigarros na esquina e voltamos logo, ok?”. Tadinho.

20-Tenha um celular! De preferência pós-pago. Assim você poderá pedir socorro sempre que possível. Se ninguém quiser ou puder vir lhe ajudar, pelo menos você tentou. E, claro, tem sempre a situação em que você pede ajuda ao seu melhor amigo e ele acaba topando com o psicopata sem ter idéia do que está acontecendo e é morto primeiro. Por isso, tente explicar a situação para o pobre coitado pelo telefone antes. Nada de “Vem me pegar, preciso de sua ajuda.” Diga: “Chame a polícia, os bombeiros, o exército, tem um lunático querendo me matar!”

21- Não tenha um celular. Nem telefone fixo, nem TV, muito menos um videocassete (até porque ninguém mais usa). Psicopatas do além adoram tecnologia e vão escolher exatamente aquele seu celular caríssimo de última geração para incorporar. Não existe exorcismo nem assistência técnica que dê jeito. Para evitar isso, vire Amish ou vá viver numa comunidade isolada de tudo no meio da Amazônia. Você pode até virar jantar de uma sucuri, mas dificilmente uma entidade sobrenatural irá lhe perturbar.

Porém existem algumas situações em que entidades do além vêm a calhar:

Por hoje é só. Existem tantos clichês de filmes de terror que amanhã continuarei com a Parte 3. Boas escritas e inté!

Para ir direto para as outras partes, clique nos links abaixo:
Como sobreviver em um filme de terror – Parte 1
Como sobreviver em um filme de terror – Parte 3

Anúncios

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: