Dicas de Roteiro

09/04/2010

Escrevendo Um Filme de Terror

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 14:15
Tags: ,

Este artigo foi escrito pelo famoso autor e professor de roteirismo, John Truby, para o site Storylink, e tem o título igual ao do post:

John Truby

Com a proximidade do Halloween, nós contamos com o gênero de terror para uma divertida noite de emoções. Mas nem todas as emoções tem de ser baratas. O terror utiliza um modelo surpreendentemente esperto, e então frequentemente os escritores não o captam direito. Vamos dar uma olhada no que você pode fazer para transcender o gênero em sua própria escrita.

Crie um sério crime no passado. Conecte-o às fraquezas do seu herói, e a um crime horripilante na história presente. Isto lhe dá uma linha de horror do passado ao futuro única, que é exclusiva dos defeitos do seu herói. Cuidado, no entanto, para não contar demais com o passado e esquecer a história no presente.

Comece o personagem principal tão grande quanto possível. Quanto mais inteligente, poderoso ou digno for o herói no começo, mais longe ele tem de cair. E isso lhe ajudará a evitar o herói fraco ou estúpido que é simplesmente uma vítima.

Crie uma dualidade dentro da mente do herói. O seu personagem deveria estar escondendo algo em si mesmo tão terrível que ele não consegue enfrentar. A sua mente está pronta para rebentar.

Mostre o prazer do lado negro e o maior poder e liberdade que o herói sente ao mexer com o que é proibido.

Determine o maior medo do herói e personifique-o sob a forma do monstro. Isto conecta o oponente ao fantasma do herói e ajuda a evitar a armadilha do vilão bidimensional. Um monstro que é retratado como simplesmente o mal priva a oposição de pensamentos, de habilidades e de motivos, e faz o gênero parecer mecânico.

the_descent

Crie uma hierarquia de oposição. Um único monstro que ataca implacavelmente tem pouca trama. Um ataque múltiplo de dois ou mais adversários torna mais provável a surpresa e a pressão mais intensa.

Mantenha a maior parte do oponente escondida. Divulgue o verdadeiro poder do(s) monstro(s) ao longo do enredo.

Dê ao herói um plano ao longo do curso da história. Um herói sem nenhum plano está simplesmente reagindo ao oponente.

Imagine uma série de conflitos com o ataque do oponente. Mantenha pressão constante sobre o herói ao usar um espaço confinado, ferimento, ausência de ajuda, e ataques do oponente, tanto diretos quanto ocultos.

Dê ao herói ferramentas para lutar e crescer enquanto a história progride.

Encontre um símbolo para representar a queda do herói. O terror é o mais simbólico de todos os gêneros.

Na batalha final, o herói precisa lutar não apenas com o monstro, mas também com o monstro em si mesmo. Filmes de terror frequentemente deixam de ter uma auto-revelação porque o herói é simplesmente uma vítima de um monstro poderoso, enfraquecendo a história.

Tente um final duplo. Isto implica uma aparente morte ou desaparecimento do monstro, permitindo ao público recuperar seu fôlego – seguido de um retorno súbito do monstro.

Truby's Horror, Fantasy, & SciFi Audio Course

Quando você for ao cinema ou alugar um filme clássico de terror este mês, faça uma abordagem analítica para ver se o filme bate com essas situações. E você pode dar uma checada na minha Aula de Terror em CD.

blacksunday

Boa escrita terrorífica para você hoje!  Uárrárrárráaaaa!!! 8_1_224[1]

3 Comentários

  1. [...] O que vem abaixo são dicas para um roteiro de filme mas que eu creio ser relevante no meu caso. foi tirado do endereço: http://dicasderoteiro.com/2010/04/09/escrevendo-um-filme-de-terror/ [...]

    Pingback por Escrevendo um filme de terror « FENIX RESURRECTED'S BLOG — 02/05/2010 @ 18:50

  2. olá, gostei das dicas , tenho 3 roteiros de filmes de terro como vou saber q esta certa .quero ser um roterista quem sabe até mesmo cineastra.

    Comentário por leonardo vieira de sousa — 19/05/2010 @ 20:31


Feed RSS para comentários sobre este post.

O tema Rubric. Blog no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.248 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: