Dicas de Roteiro

03/11/2013

Cursos de Gestão e Produção Cultural em São Paulo

Filed under: Produção — valeriaolivetti @ 07:01
Tags:

Oi, pessoal! Recebi um e-mail divulgando este curso do Instituto Base 3 e estou repassando pra vocês, caso alguém se interesse. Os detalhes estão na imagem abaixo:

Cursos de Gestão e Produção Cultural

Um ótimo curso para vocês! =)

A importância de roteiros não produzidos e livros não publicados

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 07:00
Tags: ,

Oi, pessoal! Hoje eu volto com a tradução que o nosso querido colega Diego Schutt fez de uma entrevista do Robert McKee. Aproveitem para ler os outros textos do blog do Diego, FICÇÃO EM TÓPICOS, tem muita coisa legal por lá.

Eis o link da entrevista:

http://ficcao.emtopicos.com/2013/10/roteiro-cinema-tv-robert-mckee/

robert_mckee

Trecho favorito do Diego (e meu também!):

Aquele roteiro não produzido ou livro não publicado traz um benefício enorme para o escritor porque você tem que falhar. Você tem que estar disposto a criar pelo menos 10 trabalhos completos de storytelling para aprender a dominar a [linguagem dessa arte] e crescer [como artista]. – Robert McKee 

Uma ótima escrita pra você hoje! =)

02/11/2013

Workshops Taking Series Seriously

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 11:08
Tags:

Oi, pessoal! Estou de volta com outra dica do Antunes. Esse curso parece ser bem legal, e tem tanto no Rio quanto em Sampa. Eis o link do site:

http://www.tankstudio.com.br/tss/

Eis a apresentação que eles fizeram do palestrante:

Roteirista/Showrunner e professor William Rabkin tem lecionado e conduzido workshops para roteiristas de televisão, produtores, diretores e executivos de TV e cinema em Hollywood, na Espanha, Alemanha, Suécia, Belgica e Holanda. Como produtor/roteirista ele tem centenas de horas de series dramáticas em seu nome. Trabalhou como showrunner das series Monk, Diagnosis Murder, Martial Law. Seus créditos como produtor e roteirista inclui “The Glades,” “Monk,” “Psych, “Nero Wolfe,” “Missing,” “Spenser: For Hire,” “SeaQuest 2032,” “Hunter” e “The Cosby Mysteries”. Ele já escreveu mais de uma dúzia de Pilotos para a TV. Seu trabalho já foi indicado duas vezes para o Prêmio Edgar para melhor episódio de televisão pelos “Mystery Writers of America”. Autor dos livros de como escrever roteiros para a TV, “Successful Television Writing”, e “Writing The Pilot”. Bill também é autor dos romances “A Mind is a Terrible Thing to Read,” “Mind Over Magic”, “The Call of the Mild”, “A Fatal Frame of Mind” e “Mind-Altering Murder”. Ele é o co-criador e co-editor de “The Dead Man”, um thriller sobrenatural de ação. Ele faz parte do corpo docente do núcleo da Universidade da Califórnia, Riverside-Palma MFA Desert em Escrita Criativa e Escrita para as Artes Cênicas.

William Rabkin

Parece ser um curso super bacana, e uma excelente oportunidade para quem quer escrever para a televisão.

Ótimo curso pra vocês! =)

Citação de Charlie Kaufman

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 11:00
Tags: ,

Oi, galera! Eu sei que ando negligenciando o blog de forma criminosa e imperdoável, mas juro que não foi intencional. Às vezes a vida puxa a gente pra outro lado e fica difícil recuperar os (bons) hábitos antigos. Mas para (re)começar, hoje estou de volta com esta citação foi enviada por nosso querido amigo Antunes e, como ele disse, isso vale para a vida! Obrigadão, Antunes! =)

C. Kaufman

“Eu não posso dizer a ninguém como escrever um roteiro, porque qualquer coisa de valor que você venha a fazer, virá de você. Como eu escrevo não é como você escreve e o propósito de qualquer ato criativo é este. O que eu tenho a oferecer, sou eu. O que você tem a oferecer, é você. E se você se oferecer com autenticidade e generosidade, eu irei me comover.”

- Charlie Kaufman.

work-love-dance

TRABALHE – Como se não precisasse do dinheiro

AME – Como se nunca tivesse sido machucado

DANCE – Como se ninguém estivesse olhando

Uma boa escrita pra você hoje! =)

20/08/2013

Publique Seu Livro

Filed under: Livro — valeriaolivetti @ 11:36
Tags: ,

Na revista Veja do dia 24 de julho de 2013 – edição 2331 (páginas 112 a 115) tem uma matéria interessante sobre o atual mercado de livros, chamada Linha Direta com o Leitor (disponível no site da Veja, edição digital: http://veja.abril.com.br/). Como eu não estou conseguindo acessar esta revista no momento (acho que o problema é do próprio site, mas isso talvez seja corrigido no futuro), pedi para meu irmão escanear a revista física para que vocês possam ler a matéria:

Linha Direta com o Leitor

Aqui vão alguns links de matérias de interesse para quem deseja escrever e publicar um livro:

Ao contrário da não ficção, romances e contos brasileiros não emplacam boas vendas

Ficção perdeu os leitores, diz o autor de “O Filho Eterno”

Por que, afinal, a literatura brasileira não vende? E por que venderia?

Lista de mais vendidos [uma réplica ao artigo acima]

Autopublicar é só o começo: a série “Wool” vai virar filme

10 dicas para autores iniciantes (e algumas editoras também)

O brasileiro não lê

Como conversar com um escritor

Os rituais diários dos grandes escritores

O leitor e o escritor sem noção

Como publicar ebooks diretamente na iBookstore, sem editora

Livraria Saraiva estreia serviço de autopublicação de eBooks

A saída para o mercado editorial: tentativas, erros e aprendizados

Copyright criou uma geração de livros esquecidos, revela estudo

Ebooks no Brasil: faturamento de R$ 3.85 milhões em 2012

72 links para quem trabalha com palavras

ePub: Aprenda a criar um livro digital

Conselhos para escrever Ficção Científica – Bruce Sterling

WriteByHand

- Ah, vamos lá. Não é tão ruim. O seu laptop vai voltar do conserto na semana que vem.

- Mas… o que acontece quando eu cometo um erro? Onde está a TECLA DELETE?!?

Uma ótima escrita pra você! =D

11/08/2013

10 Dicas de Roteiro de Billy Wilder

Filed under: Roteiro — valeriaolivetti @ 09:20
Tags: ,

Aqui vão dez dicas do grande roteirista e diretor Billy Wilder (Se Meu Apartamento Falasse, Sabrina). O post original foi tirado do site Screenplay How To, e publicado por William Robert Rich:

Crepúsculo dos Deuses

Você viu Pacto de Sangue, Crepúsculo dos Deuses, ou Quanto Mais Quente Melhor ultimamente? Bem, eles ainda se mantêm. Tendo em conta que todos eles têm mais de meio século de idade, isso quer dizer alguma coisa. Com uma carreira que durou por mais de 50 longas, dando-nos alguns dos filmes mais memoráveis ​​de todos os tempos, futuros roteiristas estarão estudando os filmes de Billy Wilder por um longo tempo.

A lista abaixo foi obtida a partir de uma excelente leitura, Conversations with Wilder, de Cameron Crowe.

10 Dicas de roteiro de Billy Wilder

  1. O público é volúvel.
  2. Agarre-os pelo pescoço e nunca deixe-os ir.
  3. Desenvolva uma linha clara de ação para o seu personagem principal.
  4. Saiba aonde você está indo.
  5. Quanto mais sutil e elegante você for em esconder seus pontos de virada, melhor você é como escritor.
  6. Se você tiver um problema com o terceiro ato, o verdadeiro problema está no primeiro ato.
  7. Uma dica de Lubitsch: Deixe o público somar dois mais dois. Eles vão te amar para sempre.
  8. Ao fazer voice-overs, tome cuidado para não descrever o que o público já vê. Acrescente ao que eles estão vendo.
  9. O evento que ocorre na cortina do segundo ato desencadeia o final do filme.
  10. O terceiro ato deve progredir, progredir, progredir em ritmo e ação até o último evento, e então – é isso. Não divagueie.

========================================================

Uma boa escrita pra você hoje! =)

Próxima Página »

O tema Rubric. Blog no WordPress.com.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 1.264 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: